Destaques Moda

Mais conforto é tendência na moda

29 de abril de 2021

Apesar das calças jeans terem sido trocadas pelos moletons por um tempo, não tem como viver sem a peça curinga. / Foto: Divulgação

A necessidade do conforto passou a ditar mais a moda. Adeus skinny jeans, olá estilo comfy. “A moda é um movimento que acompanha nossas demandas”, explica a consultora de moda Marcia Jorge.

O ‘mom jeans’ (estilo mãe), por exemplo, já vinha há dois anos bem forte, mas você não o encontrava tão facilmente nos grandes magazines. Agora é febre. E todo mundo gosta desse modelo porque, além de ser confortável, ele é muito charmoso.

Enquanto lá fora o estilo ‘mãe’ disputa lugar com o baggy (perna larga e a cintura baixa), aqui no Brasil, o estilo wide faz a vez do concorrente. “A brasileira tem um lance com a sexualidade, então aqui o que promete entrar acima da baggy é a wide, que se parece com uma pantalona, mas mais justa no quadril, marcando bem a cintura, que é alta”, conta Marcia. Outro modelo semelhante e que já vem ocupando as lojas do setor é o slouchy, também de cintura alta, mas com pregas e acabamento de alfaiataria.

Além do conforto, as peças devem ser multifuncionais. Afinal, com o minimalismo e a sustentabilidade em alta, a procura por peças-chave, que possibilitem diversas combinações de looks, cresce – rompendo com o consumismo.
Isso vai ao encontro com a indústria, que muito fala do upcycling (reutilização criativa) e criações patchworking, feitas com retalhos.

Assim, dentre os modelos do street style (moda de rua, em inglês) – que é a moda feita pelas pessoas, de acordo com suas necessidades e estilo –, chamam a atenção os que mesclam diferentes tons de denim, o tecido do jeans, e os destroyed, as famosas calças rasgadas que voltam a ser tendência este ano. “Em termos de lavagens, o que está vindo para valer são as mais claras. Porém, a escura é um clássico e a gente usa, ama, não tem jeito”, afirma Marcia.


Calça larga

O obituário dos jeans apertados foi escrito e reescrito diversas vezes desde que esses modelos entraram na moda, mais de uma década atrás, mas os trajes ajustados perseveraram, apesar de tudo. Os jeans apertados emergiram em novas cores e cortes, com variados níveis de elasticidade, para permanecer na moda e nas prateleiras de lojas como Bloomingdale’s e Old Navy, delineando implacavelmente tornozelos e canelas do país

Mas, atualmente, os sussurros a respeito de sua derrocada podem ser verdadeiros, enquanto multidões de consumidores americanos compram jeans folgados e de cintura alta. Em uma recente divulgação de resultados, executivos da Levi Strauss & Co. afirmaram que a tendência das vendas mostrou que jeans folgados, até de corte baggy, fazem sucesso entre mulheres e homens – e candidatam-se a virar a marca registrada do nosso mundo pós-pandemia.