Destaques Meio Ambiente

Litoral terá trânsito animais

16 de julho de 2020

Pinguins machucados, baleias jubarte encalhadas, golfinhos e até um elefante marinho deram as caras pelo litoral fluminense nas últimas semanas, surpreendendo admiradores e dividindo o espaço das praias interditadas com surfistas e banhistas. O fenômeno, entretanto, não chega exatamente a ser novidade e deve se estender até pelo menos setembro deste ano, além de atingir também outros estados do Sul, Sudeste e Nordeste do País.

O que você também vai ler neste artigo:

  • Aparecimentos
  • Reprodução
  • Alerta
  • Jubartes

Aparecimentos

De acordo com a Guarda Municipal do Rio, pelo menos três pinguins já foram resgatados na orla da Zona Norte ao longo do último mês, nas praias da Barra da Tijuca e do Recreio. “Alguns anos têm mais aparecimentos, mas essa é uma dispersão natural nesse período, quando eles costumam nadar para áreas mais longe em busca de alimento e alguns acabam subindo mais, aparecendo no Espírito Santo ou na Bahia”, afirma o professor José Lailson, do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores/Maqua-Uerj.

Reprodução

É entre a passagem do outono para o inverno que animais marítimos de áreas mais frias, como os pinguins que pertencem a colônias reprodutivas no sul do continente, rumam para o norte do planeta em busca de águas mais quentes e aparecem no litoral brasileiro. “Alguns deles acabam debilitados e, quando chegam às praias, estão normalmente com a saúde prejudicada. Esse caminho de dispersão é muito longo, estamos falando de animais que, às vezes, estão no meio da Patagônia, na Argentina”, explica Lailson.

Alerta

Lailson observa que os mamíferos também “aproveitam essa época do ano para aparecer aqui, principalmente quando são animais jovens”. Mas alerta que, apesar da sua aparente tranquilidade, é preciso ter cautela ao se aproximar do animal. “Eles são muito grandes, carnívoros e altamente territorialistas. Não foi o caso, mas eles normalmente chegam às praias ou rochedos para descansarem, então é importante não se aproximar deles nesse momento.

Jubartes

Apesar dos registros de pinguins e do elefante marinho em vida nas praias do Rio de Janeiro, muitos animais marinhos acabam morrendo na costa brasileira, seja por colidirem com embarcações, se envolverem em redes de pescaria ou encalharem no litoral. Ainda no último fim de semana, foram encontrados uma baleia jubarte, um golfinho e outros pinguins mortos nas praias de Búzios, na Região dos Lagos do estado.