Destaques Esporte

Liminar de suspensão da eleição do conselho do Cruzeiro é negada

29 de dezembro de 2020

Fotos: Divulgação

BELO HORIZONTE – Foi negada ontem, 28, a ação que pleiteia a suspensão da eleição para a escolha dos conselheiros efeitos e suplentes do Cruzeiro. O pedido de liminar foi negado pela juíza plantonista, Marcela Maria Pereira Amaral, que alegou não ter identificado argumentos suficientes para suspender o pleito.

A eleição dos novos conselheiros do time da Raposa está marcada para o próximo dia 2 e apenas uma chapa se inscreveu para concorrer ao pleito. A chapa inscrita em o nome de ‘Novo Cruzeiro’ e não terá concorrência para assumir postos no quadro do conselho deliberativo.

A chapa terá que escolher 220 conselheiros efetivos e 110 suplentes para o conselho do clube mineiro. Era esperado que Nagib Simões, eleito presidente para suceder Paulo Pedrosa, junto com Sérgio Santos Rodrigues indicassem, cada um, 110 nomes para a chapa. Devido as polêmicas da última semana envolvendo Nagib e o conselheiro nato Luiz Carlos Rodrigues Filho, ainda não se sabe como serão as indicações de conselheiros.

Foto: Divulgação