Destaques Do Leitor

Lava Jato

6 de agosto de 2020

Lamentável que apareçam pessoas querendo macular o trabalho dos procuradores da lava jato, com claras intenções de promover a proteção para aqueles que surrupiaram o dinheiro público e que agora têm de prestar contas com a justiça. Depois que a lava jato recebeu honras e louvores internacionais mostrando a eficiência e a galhardia de suas ações, não podemos deixar que algo de negativo possa atingir o processo, sob pena de vermos nosso País mergulhado definitivamente no antro dos que assaltam os cofres públicos, deixando a maioria da população numa miséria inconcebível.

Pedro Dias – Campinas/SP

A função de ministro

Em declaração recente, criticando a indicação de um general como ministro interino da Saúde, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta diz textualmente : ‘Tomar uma ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) para fazer a função básica do ministério, que é consolidar os números’. Fica a pergunta: qual a necessidade de ser um médico para ocupar o Ministério da Saúde, como Mandetta defende, por falta de outra coisa pra fazer, se a função básica é consolidar números? Isso até minha bisavó faria.

Paulo Roberto Assis Lima – Belo Horizonte /MG

Recursos para Minas

Minas Gerais é o estado que só contribui e não recebe nada em troca. Suas riquezas minerais geram milhares de empregos nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. O estado de Minas Gerais, que só contribui, não consegue duplicar as BRs 040 e 381; construir o Rodoanel; revitalizar o Anel Rodoviário e expandir o metrô. Novela que passa de 30 anos. No estado que só contribui, todos os investimentos industriais prometidos pelo PT foram desviados para outros estados. Uma refinaria de petróleo foi construída em estado vizinho para abastecer parte do estado que só contribui, quando deveria ter sido construída aqui. O estado que só contribui é responsável pelo movimento de cinco portos no país. O estado que só contribui vai comemorar mais um ano de investimento zero. Imaginem o que seria de nós, mineiros, se não fosse o solo cobiçado do estado que só contribui.

Ivan Print – Itabira/MG