Destaques Geral

Laboratório de Biologia Molecular será instituído em Passos

Nathália Araújo / Redação

18 de Maio de 2020

PASSOS – Um Laboratório de Biologia Molecular será criado em Passos, com o objetivo de intensificar as ações de combate e enfrentamento a infecção causada pelo novo coronavírus. A medida foi determinada por meio de uma parceria entre a Universidade do Estado de Minas Gerias, Uemg, unidade Passos, e a Prefeitura Municipal.

As instalações do projeto acontecerão no bloco quatro da Uemg, localizado na rua Sabará, número 164, e receberá um investimento de cerca de R$485 mil. O orçamento será destinado aos equipamentos, materiais e adaptações no espaço para o cumprimento das normas estruturais necessárias.

Inicialmente, a administração municipal deve disponibilizar mil kits individuais de testes rápidos para identificar a covid-19 em um organismo. Maxuel Ribeiro é professor e coordenador do Núcleo de Média Complexidade em Atenção à Saúde de Passos e explica que a criação do laboratório é fundamental para que toda a região consiga enfrentar a atual situação de emergência.

Maxuel ainda diz que o ambiente deve contar com tecnologia de alto nível para atender os pacientes. “Nesse laboratório, teremos condições precisas para realizar exames de RT-PCR, que são os testes rápidos de coronavírus, em até 400 pessoas por semana. Inclusive, existe a possibilidade de atendermos pacientes de toda a região, e não só de Passos”, destacou.

O diretor acadêmico, Itamar Faria, garantiu que a iniciativa se dá como uma grande conquista, tanto para a universidade quanto para o município. “Estamos trabalhando na realização de vários projetos e pesquisas com o intuito de ajudar a comunidade neste período tão delicado. Nossas aulas presenciais estão suspensas mas, professores, funcionários e estudantes estão desenvolvendo várias atividades. Com certeza, a abertura do laboratório de biologia representa uma vitória para Passos, visto que atualmente não temos locais que realizem exames de covid-19”, afirmou.

Marlon Brito e Alessandra Cheraim serão os professores responsáveis pelas atividades desenvolvidas no local que, conforme explicaram, também realizará outros tipos de exames, como diagnóstico de dengue, zica, chikungunya, ISTs e outras doenças. Ainda, revelaram que os trabalhos não devem acontecer apenas durante o período de pandemia.