Destaques Geral

Justiça manda Cida Vilela devolver imóvel no Carmo

18 de dezembro de 2020

O imóvel fica localizado na rua Braulio Pinto Vilela, 317 no Jardim América. / Foto: Divulgação

C.R. CLARO – Oficiais de justiça foram até a casa da ex- prefeita Cida Vilela, na manhã de quinta-feira, 17, com um mandado de restituição de um imóvel localizado na rua Braulio Pinto Vilela, 317 no Jardim América. Segundo o Ministério Público, a investigação que teve início em 2016 apurou que a prefeitura havia contratado uma empresa para recuperação de crédito fiscal e tributário para a qual pagou o montante de R$595 mil. Parte deste dinheiro, um total de R$180 mil teria retornado para a ex-prefeita em forma de propina pela empresa.


Você também pode gostar de:

Apae realiza Pit Stop

De acordo com o promotor de justiça, Cristiano Cassiolato, esse valor teria sido empregado na compra de uma casa. Segundo Cassiolato, outras duas pessoas da família de Cida Vilela e duas advogadas do Município na época também foram beneficiadas com depósitos desta empresa. O promotor explicou que quando o Município contrata uma empresa através de uma licitação fraudulenta e que parte dos recursos retornam para a ex-prefeita que o utiliza na compra de uma casa, isso se caracteriza como lavagem de dinheiro.

A desocupação do imóvel realizada nesta quinta-feira, foi determinada no dia 20 de novembro. A decisão cabe recurso, mas não suspende o efeito do mandado de desocupação do imóvel. O advogado da ex-prefeita, Cida Vilela, João Régis David de Oliveira, disse que os ataques dispersos à sua cliente “são violadores à Constituição e à garantia da pessoa que está sendo processada”. Para o advogado, a ação está ainda em fase intermediária e não houve julgamento nem condenação.