Colunas Sociais Destaques Jornal Gente

Jornal Gente

21 de novembro de 2020

Cante parabéns!

E o 21 de novembro de 2020 chega celebrando os 32 anos de casados de Ricardo Ribeiro Maia e Márcia – Bodas de Pinho: madeira rígida, resistente a cupins, variações climáticas e diversas intempéries. As mais de três décadas juntos representam o amor do casal que supera qualquer obstáculo que surja no seu caminho e mantém-se firme e forte ao longo de todo esse tempo. E falando na ‘noiva’, hoje também é aniversário dela!

Sabadão de mais uma velinha também no bolo de Paulina Oliveira de Pádua Andrade, Amanda Bastos, Luciana Erika Mariano, Vanessa Alvarenga Ribeiro.

Lidiane Cançado Melo, Camila Foresti Lemos, Gilberto Pimenta de Andrade e Thalles Lemos Teixeira Barbosa esperam só pela meia noite para o coro do ‘… muitos anos de vida!’

***

Josiane Calixto e o sorriso da felicidade quando junto aos filhos Rafael e Maurício/Rafaela, celebraram o batizado da pequena Mariana, no último dia 31.

***

Família Alves Moreira Cezar à espera de Ana: papai Rodrigo, mamãe Fabiana e a irmãzinha Laura que não vê a hora de chegar o dia 25 – data prevista para o nascimento da caçula.

***

Ouvi ou vi e não mudo uma vírgula: quando a casa dos avós se fecha…

“…acho que é um dos momentos mais tristes da nossa vida: quando aquela porta se fecha, encerramos os encontros com todos os membros da família, que em ocasiões especiais quando se reúnem, exaltam os sobrenomes como se fosse uma família real e, sempre carregados pelo amor dos avós, como uma bandeira, eles (os avós) são culpados e cúmplices de tudo.

Quando fechamos a casa dos avós, também terminamos as tardes felizes com tios, primos, netos, sobrinhos, pais, irmãos e até recém-casados que se apaixonam pelo ambiente que ali se respira. Não precisa nem sair de casa, estar na casa dos avós é o que toda família precisa para ser feliz: as reuniões de Natal que a cada ano nos faz pensar “…e se essa for a última vez”? É difícil aceitar que isso tenha um prazo, que um dia tudo ficará coberto de poeira e o riso será uma lembrança longínqua de tempos talvez melhores. O ano passa enquanto você espera por esses momentos, e sem perceber, passamos de crianças abrindo presentes, a sentarmos ao lado dos adultos na mesma mesa, brincando do almoço, e do aperitivo para o jantar, porque o tempo da família não passa e o aperitivo é sagrado.

A casa dos avós está sempre cheia de cadeiras, nunca se sabe se um primo vai trazer namorada, porque aqui todos são bem-vindos, sempre haverá uma garrafa térmica com café, ou alguém disposto a fazê-lo. Você cumprimenta as pessoas que passam pela porta, mesmo que sejam estranhas, porque as pessoas na rua dos seus avós são o seu povo, eles são a sua cidade!
Fechar a casa dos avós é dizer adeus às canções com a avó e aos conselhos do avô, ao dinheiro que te dão secretamente dos teus pais como se fosse uma ilegalidade, chorar de rir por qualquer bobagem, ou chorar a dor daqueles que partiram cedo demais. É dizer adeus à emoção de chegar à cozinha, descobrir as panelas, e saborear a ‘comida da avó’.”

Ah que saudades eu tenho da casa das minhas avós Edna e França!!!

***

Em 19 de junho de 2000 nascia a Pequena Escola Gratuita São José de Passos, fundada pelo Irmão José Carlos Temperini (no centro da foto), até então membro da irmandade do Capp.

Bem mais conhecida como Casa São José, a entidade tem em Dora Lúcia Gontijo de Oliveira (esquerda), um apoio e tanto pois, na condição de presidente, comanda e direciona as atividades realizadas: ‘Atendemos crianças, adolescentes e adultos da comunidade Cohab 1/Penha; contamos com biblioteca, sala de computação, aulas de música e instrumentos, coral, crochê, pintura e vagonite, sendo o reforço escolar uma de nossas principais atividades prestadas com as crianças e adolescentes que são orientadas pelo Irmão, também psicopedagogo. Nossa renda vem através da fábrica de panos de prato, do bazar constante que temos e do trabalho de voluntários que vem desenvolver projetos com as mães e mulheres da comunidade que, em busca de distração, convivência e aprendizado, se reúnem aqui!’

Assim nasceu o projeto da artista plástica Danda Brandão (direita) que lá está produzindo Árvores de Natal: “Confeccionamos tudo, desde a estrutura aos enfeites. Contamos com a colaboração de empresários que ‘comprem’ a ideia da arvore solidária que funciona da seguinte forma: a empresa que adquirir uma árvore, torna-se automaticamente um ponto de coleta de brinquedos a serem doados a outra instituição, assim, na compra da árvore ele ajuda a Casa e, com os brinquedos arrecadados por seus clientes, outra entidade.” Nessa, doutores Gleison Kallas Andrade e Tamara Toledo Cardoso Cheraim garantiram lindas unidades para seus consultórios, assim como na República Kids, Acessórios e Cia, Novo Rumo, Em Mim, Reserva Natural, Dissul e Alvorada Pneus você também pode conferir esse mágico trabalho que levanta a bandeira do bem, a da ação social.

Sabe aquele tempinho à toa que você não tem nada pra fazer, ou aquele dia que dá um vazio no peito? Dê uma chegadinha lá na Casa São José (Rua Serrania 46), o calor humano é contagiante! Só de observar o trabalho a gente enriquece, que dirá saciar-se de amor e gratidão. Mais informações sobre doações, contribuições e demais, fale com a Dora pelo 3522-7309/99188-9986. Ah, e amanhã, no Clube dos Médicos, terá um almoço beneficente com Porco a Paraguaia em prol da Casa, a partir das 10h com música e bingo – ótima pedida para uma sexta feira de feriado, que tal? Ingressos a 25 reais, na portaria do clube ou na entidade.

***

Hoje a Dica de Arquiteto, by Centro Cerâmico, é com Cássio Mohallem Santiago, sobre o uso de revestimentos em planos verticais: “Ao pensar em revestimentos, temos inúmeras opções no mercado. O uso correto do material pode trazer sofisticação, sobriedade, movimento ou aconchego no ambiente ou fachada. Dentre elas, podemos citar a linha de cimentícios, revestimentos em placas de pedras naturais, cerâmicos, pastilhas e porcelanatos, principalmente os marmorizados que estão
em evidência, afinal trazem sofisticação e brilho aos ambientes internos. Grandes paredes revestidas podem a princípio ser impactantes, mas devem ser colocadas de forma a valorizar e não carregar visualmente o ambiente.

Um detalhe importante: os revestimentos em grandes formatos devem ser aplicados segundo a especificação correta, pois em painéis muito altos, podem descolar e cair devido ao peso da peça. A Iluminação pode valorizar o material caso esse tenha movimento ou detalhes em relevo. Outra dica é impermeabilizar a parede para evitar que a umidade “entre na casa”, pois a maioria de cimentícios e revestimentos cerâmicos são porosos, absorvendo água.

Quando vamos adquirir um material, além de pesquisar a marca e o fabricante, também é bom saber se esse produto é próprio para aplicação externa. Nem todos eles poder ser utilizados sob intempéries como chuva e sol sendo fundamental também a questão da limpeza. Como arquiteto evito aplicação de elementos 3D em locais próximos a fogão, ou outros que podem acumular muita sujeira: enfim, um bom profissional pode orientar na melhor escolha evitando prejuízos com material e mão de obra, lembrando que um projeto bem pensado otimiza a obra e evita dor de cabeça”.

***

Seu baixinho não pode ficar dessa! São lindos os ensaios produzidos pela Nani Joele, mas o de Natal é especial… vale com a família toda também: agende já um horário (98879-8468) e garanta esta recordação que ainda pode ser um presente bem legal e original, que tal?

Se ligue nessas oferecimento DUarte – nosso cafezinho delícia de todas as manhãs:

– Hoje é dia de Top5 São Jerônimo: dia de ‘fazer e feira’ garantindo os quitutes, carnes, verduras e frutas para o final de semana.

– Você sabe como um combustível de qualidade pode mudar o desempenho do seu carro? “Qualquer substância adicionada ao combustível para que ele renda mais e possa ser vendido mais barato, além de crime de fraude, é também responsável por danos de curto e longo prazo para o veículo que apresentará falhas em seu desempenho, dentre os principais danos temos a perda de componentes do motor, danos estruturais nas peças que resultam em aumento no consumo de combustível e até perda total no desempenho, quando o veículo só conseguirá atingir a normalidade com as peças prejudicadas sendo trocadas por novas. A gasolina de qualidade segue as normas técnicas da Petrobrás e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível, que estabelece um padrão de cor, aspecto, e densidade que, no caso da gasolina, se a densidade estiver abaixo de 0,75g/ml, provavelmente ela foi adulterada, portanto fique atento(a) e se suspeitar que o combustível não é de qualidade por conta do modo com que seu veículo reage a ele, solicite uma análise e, caso a alteração seja encontrada, entre em contato com o Procon e com a ANP para que o local seja fiscalizado”. É a Alvorada Pneus dando mais uma dica de ouro: fique de olho!