Coluna MG Destaques

JF tem quase três mil na fila

2 de fevereiro de 2021

O Município de Juiz de Fora acumula 2.937 pessoas na fila de espera pela concessão do benefício do Bolsa Família. O dado, confirmado à Tribuna pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), é referente a novembro. Ao menos desde maio de 2020, o número de pessoas à espera do acesso à renda mínima é crescente, uma vez que a concessão do benefício a novas famílias está suspensa desde abril pelo Governo federal devido à concessão do auxílio emergencial. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Caratinga abre 603 vagas
  • Janeiro teve recorde de óbitos
  • Araxá tem regras para ano letivo
  • MOC entre as empreendedoras
  • Setor de alimentação fatura menos

Caratinga abre 603 vagas

Caratinga fechou o ano de 2020 com a geração de 603 postos de trabalho. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com dados do Caged, de janeiro a dezembro do ano passado, foram 7.459 admissões e 6.856 desligamentos. O estoque de empregos formais no país, que é a quantidade total de vínculos celetistas ativos, chegou a 17.197. Os meses mais afetados pela pandemia foram de março a junho, todos com saldo negativo, ou seja, mais pessoas foram dispensadas dos seus empregos que contratadas. (Diário de Caratinga)

Janeiro teve recorde de óbitos

Do dia 2 de junho, quando foi registrado o primeiro óbito em Formiga, até o final de novembro do ano passado, 18 pessoas haviam morrido por causa da doença. Quase o mesmo número de mortes registrado no mês passado. Apenas no mês de janeiro foram registrados 623 casos da doença, sendo segundo mês com maior número de casos. O recorde é de dezembro, com 857 pessoas recebendo confirmação para a doença em Formiga. Até este domingo, Formiga já contabilizou 2644 casos. (Nova Imprensa- Formiga)

Araxá tem regras para ano letivo

Após deliberação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, o Prefeito Robson Magela decretou a autorização para retorno gradual das aulas nos modelos remoto e híbrido (presencial e remoto) no ano letivo de 2021 nas instituições de ensino de Araxá. As atividades das unidades escolares da Prefeitura de Araxá vão iniciar a partir de 10 de fevereiro, adotando exclusivamente o modelo remoto. Já as escolas particulares deverão iniciar a partir de 1º de fevereiro, adotando exclusivamente o modelo remoto e, a partir de 1º de março, o modelo híbrido. Antes do início das aulas, cada unidade particular deve se submeter a protocolo de segurança em saúde para a retomada das aulas mediante aprovação da Vigilância Sanitária Municipal. (Correio de Araxá)

MOC entre as empreendedoras

O município de Montes Claros ficou na 67º colocação entre as 100 cidades empreendedoras do Brasil, em índice elaborado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), instituição vinculada ao Ministério da Economia e a Endeavor, que é uma organização global de incentivo ao empreendedorismo. Além de Montes Claros, sete municípios mineiros aparecem no ranking da pesquisa produzida pela parceria Enap/Endeavor: Belo Horizonte (14º lugar), Uberlândia (30º), Betim (48º), Uberaba (49º), Contagem (50º), Juiz de Fora (78º) e Ribeirão das Neves (91º). (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Setor de alimentação fatura menos

O presidente do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha, André Yuki foi recebido pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Varginha, Juliano Cornélio a quem entregou a pesquisa realizada pela entidade, sobre os impactos econômicos causados pelo Decreto Municipal 10.206 que restringiu o horário de atendimento dos bares e restaurantes e na oportunidade entregou a carta de solicitação de ajuda emergencial ao setor. Segundo a pesquisa, 86% dos negócios estão faturando menos do que antes. (Gazeta de Varginha)

Rede de Notícias do Sindijori MG