Coluna MG Destaques

Inaugurado Samu Leste

30 de dezembro de 2020

Foi inaugurado nesta semana em Governador Valadares, o Serviço de Urgência e Emergência do Leste de Minas (Samu Regional). A Central de Regulação do Samu Regional já está em funcionamento na sede da 8ª RISP, para atender a uma população de aproximadamente 1,5 milhão de habitantes, em 86 municípios da região, incluindo o Vale do Aço. O Samu Regional será administrado pelo Consórcio Intermunicipal da Rede Urgência e Emergência do Leste de Minas Gerais (Consurge). (Diário do Rio Doce- Governador Valadares)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Moc licita hotel para pacientes
  • IF Sudeste oferece 3 mil vagas
  • Uberaba recebe investimento
  • Prefeitura teme segunda onda
  • Lei torna cartaz obrigatório
  • Tribunal nega volta do prefeito

Moc licita hotel para pacientes

A Prefeitura de Montes Claros realizou ontem licitação para contratar 550 diárias em um hotel da cidade, onde serão abrigados os pacientes com Covid-19 que não precisam ser internados em hospitais. O Governo Federal tinha mandado o recurso em agosto, no auge da doença, mas somente agora é realizada a licitação para prestação de serviço de hospedagem, incluindo recepção, habitação individual em quarto, refeição, higienização da unidade e das roupas para moradores de aglomerados subnormais que necessitam do isolamento social, devido aos sintomas/diagnóstico de Covid-19. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

IF Sudeste oferece 3 mil vagas

Os editais do Processo Seletivo para o primeiro semestre letivo de 2021 já foram divulgados. No total, o IF Sudeste MG vai oferecer 3.241 vagas distribuídas entre cursos técnicos, pós-técnico, de graduação e de pós-graduação: 2.092 vagas para cursos técnicos; nas modalidades integrado, concomitante e/ou subsequente; nos campi Barbacena, Avançado Cataguases, Juiz de Fora, Manhuaçu, Muriaé, Rio Pomba, Santos Dumont, São João del-Rei e Avançado Ubá. Para cursos de graduação, há 993 vagas. (Gazeta de Muriaé)

Uberaba recebe investimento

O Grupo Petrópolis e a Prefeitura de Uberaba assinaram um Termo de Compromisso no último dia 24, que vai viabilizar em 2021, o início da construção de fábrica de latas de alumínio. O início da operação está previsto para o 1º semestre de 2022. A unidade visa atender demanda do Grupo Petrópolis. Como é de conhecimento, a terceira linha de produção de lata da fábrica entrará em operação em 2021, tornando este investimento imprescindível para atender a demanda operacional do grupo. (Jornal de Uberaba)

Prefeitura teme segunda onda

O secretário Municipal de Saúde de Uberlândia, Gladstone Rodrigues, confirmou que o Município não terá condições de ampliar a capacidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) caso haja uma segunda onda ainda mais forte da Covid-19 em Uberlândia. Ele demonstrou preocupação com as festas de fim de ano e disse que teme um novo surto da doença na primeira quinzena de janeiro por conta das aglomerações. Ele fez um alerta para que a população continue adotando os cuidados e medidas de distanciamento durante as celebrações de fim de ano. (Diário de Uberlândia)

Lei torna cartaz obrigatório

A Prefeitura de Poços de Caldas promulgou lei que torna obrigatória a afixação de cartaz de combate à pedofilia e cyberpedofilia, com canais de denúncia e informações de utilidade pública. O texto da lei diz que é obrigatória a afixação de cartaz, em local perfeitamente visível, contendo telefones para denúncias contra a pedofilia nas escolas públicas e privadas, supermercados, bares, lanchonetes e outros locais de uso coletivo. O cartaz deverá ter dimensões mínimas de vinte centímetros de comprimento por vinte centímetros de largura. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)

Tribunal nega volta do prefeito

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais negou, na véspera de Natal, dia 24, mais um pedido de Liminar, interposto pelo ex-prefeito de Machado, Julbert Ferre, para que retornasse à chefia do Executivo. – Julbert teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores no dia 18 de agosto deste ano. Foram vários recursos interpostos junto ao TJMG, em Belo Horizonte, na Comarca de Machado (1ª Instância) e junto ao Supremo Tribunal Federal.

Rede de Notícias do Sindijori MG