Destaques Geral

Igreja de São Benedito será reformada

Por Ézio Santos / Especial

17 de abril de 2021

A previsão é que a obra seja concluída em cerca de dois anos. / Foto: Divulgação

PASSOS – As obras da reforma da igreja matriz de São Benedito terão início nos próximos dias. O anúncio foi feito pelo pároco Gentil Lopes de Campos Júnior, de 53 anos, que está na função há quase três meses e será o responsável pelo pontapé inicial para a remodelação da igreja, tanto interna como externamente.

Declarada e instalada paróquia oficialmente em 18 de junho de 1952 como a terceira de Passos, após a do Senhor Bom Jesus dos Passos e Nossa Senhora da Penha, será a primeira vez que a Igreja de São Benedito vai passar por restauração e ampliação. A previsão é que a obra seja concluída em cerca de dois anos. A primeira etapa será substituir o telhado de 1.400 metros quadrados, formado por madeira e telhas de amianto.

Já compramos dois tipos de materiais bem mais resistentes. A estrutura que será instalada sobre a laje é totalmente de metal e, por cima, serão fixadas peças termoacústicas, popularmente conhecida como telha sanduíche, utilizadas para aumentar o isolamento térmico e acústico. São compostas por duas chapas com um material metálico (zinco) e isolante térmico no meio, que podem ser o isopor ou o poliuretano. Centenas de peças já estão no terreno da igreja”, afirma Gentil.

O dinheiro para obra, mais de R$ 300 mil, foi arrecadado na Campanha dos Devotos de São Benedito, idealizada em 2016 pelo pároco Robison Inácio e lançada dia 5 de outubro de 2019 pelo seu substituto, Gilvair Messias da Silva, será aplicado no pagamento dos materiais, mão de obra, possivelmente a troca de toda a rede elétrica do prédio, e outras despesas iniciais, já está no caixa da paróquia. A previsão é que esta etapa da obra seja iniciada em 5 dias e concluída no início de outubro.

Padre Gentil afirma que a continuidade das obras sem interrupção é possível, mas se a comunidade de São Benedito e de outras freguesias permanecerem fiéis na campanha. “A reforma é importante não só para quem mora no território paroquial, mas para toda Passos. Além de chamar a atenção de visitantes, católicos de todos os bairros da cidade participam das missas. Então conclamo a população a continuar contribuindo com doações e pagando as mensalidades dos carnês em dia, inclusive através do Pix 20775128001378, cujo número é do CNPJ da paróquia”, disse.

De acordo com informações do pároco, o orçamento inicial para concluir toda a obra é superior a R$2 milhões, com previsão de término em dois anos ou mais, se não ocorrer imprevistos.

Tudo vai depender da campanha, bem como dos preços dos materiais de construção, que têm aumentado desde o início da pandemia. Do contrário, haverá paralisações intercaladas com as etapas, como troca do forro, piso, construção do átrio na lateral direita da igreja. Do lado oposto, além no novo presbitério. Serão erguidas a Capela do Santíssimo, sacristia, almoxarifado, sala de som, outras repartições, pintura externa e interna”, disse o padre. As atuais entradas e saídas da igreja não sofrerão alterações.

A partir deste fim de semana, todas as celebrações serão realizadas provisoriamente no Centro de Pastoral Cônego José Timóteo, localizado na rua Joaquim Piantino, próximo da igreja matriz, com número de fiéis reduzidos por causa da pandemia e sob o protocolo para evitar a contaminação do novo coronavírus. As missas serão transmitidas, também, pelo vigário paroquial e colaborador da reforma, Víctor Aparecido Francisco, através das redes sociais no Facebook e no YouTube.