Destaques Geral

Ibrachina Challenge leva startup mineira iCrop para Gitex Dubai

21 de outubro de 2021

Foto: Divulgação.

UBERLÂNDIA – Com sede em Uberlândia, a iCrop é uma agritech – startup focada em agronegócio. Ela foi uma das vencedoras da competição Ibrachina Challenge by igloo Network. Como parte da premiação, o CEO André Boncompani​​​​​​​ e o head de tecnologia Daniel Campanelli ganharam um espaço no stand na Gitex, feira de tecnologia que ocorre esta semana em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

A proposta da iCrop é aliar tecnologia e inteligência para as decisões diárias de irrigação dos agricultores. Cientes que os produtores precisavam de resultados efetivos e de tecnologias que funcionassem na prática do dia a dia no campo, André e mais sete sócios iniciaram a startup em 2016.

Atualmente já servem a cerca de 700 fazendas, com sua solução tecnológica para acompanhamento e melhoria da lavoura. A oportunidade oferecida pelo Ibrachina Challenge levou os mineiros para sua primeira experiência fora do Brasil. Entre 17 e 21 de outubro eles estarão apresentando seu produto para um público internacional e com alto potencial de investimento.

Thomas Law, presidente do Ibrachina e idealizador do Challenge, acredita que “startups como a iCrop mostram que o Brasil também tem condições de oferecer soluções tecnológicas. Acreditamos que, nos próximos anos, os investimentos em inovação serão capazes de impulsionar o Brasil para um lugar de destaque nessa área”.

Segundo André, “a Gitex nos dá a oportunidade de acessar o que há de mais avançado em tecnologia no mundo. Muito do que vemos aqui ainda não está disponível no Brasil, é como uma janela para o futuro. Ao mesmo tempo, coloca Minas Gerais no mapa da inovação, ao lado de alguns dos maiores players mundiais”.

Ao contrário de muitos mercados, o de tecnologia continua em expansão constante. A iCrop cresceu 75% nos últimos 24 meses, mesmo no cenário de pandemia.

Ao mesmo tempo, Daniel, como head de tecnologia, entende que “muitas tecnologias vistas na feira, apesar de não serem voltadas para a agricultura, podem e devem ser incorporadas à mesma. Trazem assim grandes avanços para o agritech”.

Eles buscam aproveitar o tempo fora do Brasil para mostrar um pouco da tecnologia desenvolvida no país e que, de muitas maneiras, também traz inovações que competem de igual para igual no mercado global. Na semana que vem, André estará no Websummit, em Lisboa, Portugal, onde pretende colocar de vez o nome da empresa no circuito da inovação europeia.

Ibrachina Challenge

O Instituto Cultural Brasil-China (Ibrachina) há cinco anos realiza o Ibrachina Challenge by igloo Network, uma competição de startups cujo objetivo é estimular startups brasileiras e fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias e serviços através de networking e aprendizado.

Nos outros anos a competição ajudou a conectar diversas startups com o ecossistema e proporcionou aos vencedores oportunidades de participação em eventos internacionais, como a RISE em Hong Kong, o Websummit em Lisboa, proporcionando acesso a conhecimento, inovação e possibilidade de geração de negócios.

A 5ª edição, realizada entre 17 e 21 de outubro, teve como palco a Ibrachina Arena, em São Paulo. A competição ofereceu às duas vencedoras a oportunidade de ir para a Gitex, além de conceder prêmios que somam mais de R$ 50 mil.

O corpo de jurados foi formado por Thomas Law, presidente do Ibrachina; Caroline Riley, da FEA Angels; Jennifer Chen, da JC Capital; Tânia Gomes, da ACSP; Antônio Rocca, diretor da PWC; Fernando Seabra, da Batalha das Startups; André Figer, do Grupo Figer; o empreendedor In Hsieh e o consultor Fernando Tohmé.