Destaques Geral

Hospital de campanha de Passos deve ficar pronto em 15 dias

24 de abril de 2020

PASSOS – Com atividades encerradas desde 2018, o antigo hospital psiquiátrico Otto Krakauer, localizado no bairro Penha, em Passos, vai abrigar, a partir dos próximos 15 dias, uma unidade de saúde para atendimento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Em uma área revitalizada de aproximadamente 1,2 mil metros quadrados, o denominado “Hospital de Campanha Covid19-Passos/MG” terá, inicialmente, 38 leitos hospitalares, sendo nove de observação e dez para descanso de profissionais.

Em coletiva de imprensa realizada ontem, nas futuras instalações do hospital, representantes dos poderes Executivo e Judiciário informaram que a unidade também contemplará pacientes de outras 18 cidades da região. Caso necessário, a reestruturação, avaliada em cerca de R$ 200 mil, provenientes em maior parte da Justiça do Trabalho e da 1ª Vara Criminal, poderá ser estendida, fazendo com que o local ofereça 80 leitos ou mais. Além do valor já dispendido, os órgãos judiciais também doaram 800 kits de testes rápidos para diagnóstico da doença.

De modo geral, em relação à unidade de saúde, a conquista é parte da união entre Prefeitura, Justiça do Trabalho, Bombeiros, Justiça Estadual, 1ª Vara Criminal e de Execução Penal, Fundação Beneficente São João da Escócia, dentre outras representações. Conforme o juiz de direito Ademir Bernardes de Araújo Filho, em um primeiro momento, a iniciativa partiu de um pedido do poder Executivo, baseado em estudos de estratégias da Secretaria de Saúde de Estado de Minas Gerais.

“O poder Executivo, por meio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), fez um pedido para que fossem destinados ao município, recursos e recuperandos que pudessem trabalhar na reforma. A Vara de Execução Penal lança, anualmente, editais que contemplam órgãos públicos e entidades assistenciais, então, em razão da pandemia, fizemos um processo mais simplificado, depois do pedido, o Ministério Público manifestou-se favorável e pudemos autorizar a concessão dos valores necessários, bem como a mão de obra”, explicou o juiz.

Segundo a empresa de engenharia e topografia especializada em levantamentos topográficos, a GTOP, para revitalização do hospital, fazendo uso do sistema de remição de pena pelo trabalho oferecido, 15 recuperandos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), trabalham diariamente para que o hospital seja entregue o mais rápido possível.

Fora os 38 leitos, a estrutura vai contar com farmácia, posto de enfermagem, área de assistência social, sala de administração, sala de reunião, almoxarifado e área de segurança. O vice-presidente da OAB, Renato Reis, lembrou que todas as divisões dos setores internos e externos foram pensadas de modo a diminuir os riscos de propagação do vírus dentro do próprio hospital. “Inclusive, o antigo portão principal, usado no Otto Krakauer, vai ser fechado. Em alternativa, teremos duas entradas laterais, uma para pacientes e outra para os funcionários”, explicou.

O prefeito Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, durante a reunião, agradeceu o apoio de todos. “Estamos trabalhando para que o prédio seja extremamente funcional. Temos visto que as medidas de afastamento têm se mostrado positivas, fazendo com que tenhamos apenas um caso de covid-19 confirmado em Passos e poucos na região, mesmo assim, caso necessário, teremos uma estrutura muito bem equipada, que ajudará não apenas Passos, mas sim, grande parte das cidades vizinhas”.

Em nome da Fundação Beneficente São João da Escócia, a então mantenedora do hospital Otto Krakauer, José Raimundo Rezende, ex-presidente do conselho de administração, disse que está contente em, mais uma vez, poder colaborar com o município.

“A Fundação São João da Escócia nunca desamparou a cidade quando ela precisou. Infelizmente, o Otto precisou ser fechado por razões que foram além da nossa vontade, porém, agora poderá ajudar a nossa comunidade de outra maneira, oferecendo o espaço. Espero que, após o período de pandemia, a estrutura ainda continue sendo utilizada para outros fins”, pontuou.