Cidadania Destaques

Hemominas excluiu questões sobre orientação sexual de doadores

10 de julho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – A Fundação Hemominas excluiu de seu questionário clínico perguntas sobre orientação sexual dos doadores. A medida foi tomada após o Supremo Tribunal Federal (STF) revogar determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proibia homossexuais masculinos de doarem sangue caso eles tivessem tido relações sexuais nos 12 meses anteriores à doação. A decisão do STF foi publicada na última quarta-feira, 8, no Diário Oficial da União.

O que você também vai ler neste artigo:

  • Unidade realiza companha de incentivo à doação de sangue

Em Passos, a Fundação do Hemominas já atualizou o questionário clínico, excluindo as perguntas que remetem à orientação sexual do doador, uma vez que a decisão possui validade instantânea para os hemocentros de todo o Brasil.

A gerente administrativa do Hemominas, Tânia Aparecida Piantino, destaca que a determinação é uma conquista para todos e explica que, além do aumento significativo no número de pessoas que se encaixam no quadro de doadores, a medida é um reflexo de solidariedade.

Com toda certeza, isso é muito bom. Não se trata só do nosso município, mas da sociedade brasileira como um todo. Ninguém deve ter direitos distintos por conta da sexualidade. Acredito que isso reforça a velha luta por igualdade. Doar sangue é mais que uma questão de gênero, é amor ao próximo”, disse.

De acordo com a Anvisa, a articulação das ações, para que a medida fosse cumprida, teve início antes mesmo do comunicado oficial do STF.

Além da liberação, a resolução também estabelece que o setor responsável pela Gerência de Sangue, Tecidos, Células e Órgãos (GSTCO) deve elaborar uma orientação técnica sobre a administração dos riscos sanitários e das responsabilidades pertinentes aos serviços de hemoterapia públicos e privados”, enfatizou o órgão por meio de nota.

Considerando a nova decisão, o Brasil pode receber cerca de 18 milhões de litros de sangue a mais no período de um ano.

Unidade realiza companha de incentivo à doação de sangue

PASSOS – Diante dos novos protocolos de segurança que foram estabelecidos pelas autoridades de saúde por conta da pandemia do coronavírus, muitas pessoas foram obrigadas a mudar seus hábitos para se adaptarem à nova rotina. Como uma das consequências, durante o período de isolamento social, os estoques dos bancos de sangue de todo o país tiveram diminuição significativa.

Devido a esse cenário, a Fundação do Hemominas, em Passos, está realizando uma campanha que incentiva a doação de sangue no município. A mensagem, que está sendo divulgada em carro de som, deixa claro que o local necessita da colaboração de toda a população para aumentar a quantidade de sangue disponível na região e que estão sendo respeitadas todas as medidas de limpeza e distanciamento social, além do uso de máscaras e luvas descartáveis, para auxiliar no atendimento a 30 pessoas por dia.

As doações devem ser marcadas previamente, de segunda-feira a sexta-feira, das 7hs às 11h, virtualmente, para respeitar o isolamento social. O agendamento pode ser realizado pelo site www.hemominas.mg.gov.br ou pelo aplicativo MG APP, disponível nas plataformas Android e iOS. Para mais informações, o telefone de contato é (35) 3211-4800.