Destaques Geral

Grupo Ipiranga movimenta mercado de máquinas e peças agrícolas em Passos

Ézio Santos / Especial

26 de junho de 2021

Grupo ipiranga adquire novos maquinários e peças agrículas para a colheita de cana -de-açucar:/ Divulgação

PASSOS – Após o arrendamento de parte da Itaiquara Alimentos pelo Grupo Ipiranga Agroindustrial, ocorrido há quatro meses, os reflexos na economia do município já ultrapassam o mercado de trabalho. O faturamento mensal com a venda de máquinas agrícolas, peças e serviços cresceu até 30% em alguns segmentos.

O grupo Ipiranga, com sede administrativa em Mococa (SP), e filiais em Descalvado e Iaganga, também no interior Paulista, anunciou recentemente que deve iniciar a colheita da cana-de-açúcar no dia 2 de agosto, com previsão de para conclusão em dois meses. A estimativa é que a moagem atinja cerca de 280 mil toneladas e a produção açúcar chegue a 32 toneladas. O investimento da empresa sucroalcooleira está atingindo todos os setores da usina, desde manutenção de estradas rurais até a reconstrução do engenho. Compra de peças, contratação de serviços de manutenção, mais a parte de aquisição de novas máquinas, implementos e insumos em fornecedores passenses.

Tratores e peças

Dois casos são os veículos de porte grande e as colhedoras adquiridas para a safra 2021.

“A matriz, em Mococa, vendeu quatro tratores da marca New Holland, sendo que dois já foram entregues. Desde a chegada da Ipiranga em Passos, além do setor de vendas, o de serviços aumentou em torno de 50%, porque formamos uma cadeia de parceiros e todo mundo ganha”, afirmou Delmer Vechio, de 61 anos, gerente comercial da Mocafor.

Como a Ipiranga utiliza veículos e maquinários de primeira linha, a Minas Verde, representante regional da John Deere em Passos, também vendeu um trator e várias colhedoras. Para o gerente comercial, Rodrigo Júnior de Lima, de 41 anos, “a empresa está melhorando ainda mais o agronegócio no município. Atrás de vendas, incluindo peças, vêm os serviços de manutenção. O resultado a gente vê também no faturamento da revendedora, que gira em torno de 30%”, ressaltou.

Sebastião Limiro Bueno, de 58 anos, proprietário da Roluna Rolamentos e Peças, contou que a Ipiranga se tornou um de seus mais conceituados clientes.

“Tão logo a empresa iniciou seus trabalhos, tivemos aumento de 100% na venda de peças de reposição das linhas agrícolas e industrial sendo ela como meu cliente. O grupo está trazendo tudo que há de bom para nossa cidade, injetando dinheiro na economia, além de muitos empregos diretos e indiretos”, destacou o comerciante.

Plano Safra

O anúncio do Plano Safra 2021/2022, lançado nesta semana pelo Governo Federal para apoiar a produção agropecuária nacional, com a liberação de R$252,2 bilhões, está gerando expectativa no setor agropecuário e as instituições financeiras se preparam para atuar no mercado. Na região, por exemplo, o canal da Sicredi das Culturas RS/MG no YouTube, vai promover uma live, às 20h, sobre o panorama do agronegócio no país. O evento on-line irá marcar a abertura do Plano Safra 2021/2022 na cooperativa.

O tema será abordado pelo ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, que é engenheiro agrônomo, coordenador do Centro de Agronegócio na Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e embaixador especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para Agricultura e Alimentação (FAO) para as Cooperativas. O evento é aberto a toda comunidade e destaca o lançamento do Plano Safra 2021/2022, crédito rural que contribui para garantir recursos essenciais para a manutenção, o progresso e a modernização de propriedades rurais, a agregação de renda e o fortalecimento deste segmento tão importante para a economia regional e nacional.