Destaques Geral

Grupo de mulheres une artesanato ao queijo Canastra em Delfinópolis

18 de junho de 2020

Foto: Divulgação

DELFINÓPOLIS – O grupo de artesãs de Delfinópolis, que carrega o nome de Arteiras da Canastra, segue se especializando na arte de produzir caixas, produtos e peças decorativas com o subproduto da bananeira. As artesãs foram capacitadas há dois anos pelo Sistema Faemg/Senar Minas em parceria com a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de Delfinópolis e seguem atualizando-se em outras capacitações e conquistando mercados.

As primeiras peças, que foram apresentadas ao público em 2019 durante o Projeto Conexão: Sabor, Arte, Negócio realizado em Passos no mês de outubro, foram apreciadas pelo público, novos parceiros e organizadores de eventos. Em 2020, durante uma das mostras do Sebrae em Delfinópolis, o produtor Humberto Gontijo de Oliveira, da queijaria Vale da Bateia, conheceu os produtos e encomendou caixas para a criação de kits para o Dia dos Namorados.

A aceitação foi imediata.

A minha queijaria está no município de Delfinópolis. Procurei unir o artesanal do queijo com o artesanato da palha da bananeira, mostrando os produtos da região, prestigiando a nossa região”.

O produtor afirma que a aceitação foi muito boa e ele mantém caixas para oferecer nas compras de queijo para presente. Ainda segundo ele, esse é apenas o início da parceria.

O instrutor, Jair Dionísio de Souza, que iniciou o processo de capacitação das artesãs e segue acompanhando o trabalho delas, bem como o de outros processos de capacitação, aponta o grande diferencial do grupo que está no trabalho coletivo.