Destaques Cultura

Glória recebe Grupo Galpão neste sábado

5 de agosto de 2022

Grupo Galpão apresenta “De Tempo Somos” para cidades interioranas./ Foto: Arquivo FM.

S. J. B. GLÓRIA – Hoje é a vez de São João Batista do Glória receber o Grupo Galpão, às 20h, no Parque de Exposições. Em turnê pela Serra da Canastra, a companhia teatral faz a segunda apresentação do sarau “De Tempo Somos” na região. Ontem, Vargem Bonita foi a primeira cidade a conferir o trabalho que o grupo fez para comemorar 40 anos de atuação.

De acordo com a secretária municipal de Educação e Cultura do Glória, Rosane Araújo, o evento trará uma alegria num momento difícil pós pandemia e a previsão é de grande público.

Para o nosso município é um investimento valioso essa turnê. Nesse momento pós pandêmico estamos carentes de magia, fantasia e ávidos pela vida. O espetáculo vai trazer além da cultura e entretenimento, a socialização entre as famílias, a diversão e a alegria. A prefeitura municipal disponibilizará mais de 600 cadeiras para a acomodação da plateia, além de melhorias no som e luz para o evento. Também oferecemos um local para camarim com o atendimento das principais necessidades dos participantes”, disse.

Entendemos que o evento será de muita valia no incentivo cultural, especialmente dos nossos alunos da oficina de teatro, orientada hoje pelo assessor Chiquinho Negrão e coordenada pela nossa diretora de Cultura Debora Amaral”, completou.

A apresentação tem apoio prefeitura, por meio Secretaria de Educação e Cultura.

No espetáculo, que tem direção musical e arranjos de Luiz Rocha, os atores cantam e executam 25 canções de trabalhos como “Corra enquanto é tempo” (1988) e “Álbum de Família” (1990), passando também por “Romeu e Julieta” (1992), “Um Moliére Imaginário” (1997) e “Partido” (1999), chegando até a obras mais recentes como “Tio Vânia” e “Eclipse” (ambos de 2011), além de músicas que surgiram em workshops internos e que chegam a público pela primeira vez. “A cantoria é a celebração do encontro, da festa, da disposição para seguir em frente (apesar de tudo que nos faz pender para o chão!), do espírito libertário e contestador inerente a toda reunião festiva”, diz Lydia Del Picchia, uma das diretoras de “De Tempo Somos”..