Destaques Música

Gil faz um samba da ‘Refloresta’

24 de fevereiro de 2021

Canção com temática ambiental de Gilberto Gil foi feita para campanha do fotógrafo Sebastião Salgado. / Foto: Divulgação

Gilberto Gil divulgou na segunda-feira uma canção nova, uma rara criação, a primeira sua inédita feita desde o início dos tempos da pandemia, em março de 2020. A música é um samba e se chama Refloresta, com a participação sutil e delicada de uma instrumentação armada pelo filho Bem Gil na guitarra e no sintetizador e de seus também herdeiros do grupo Gilsons, o snetos Francisco Gil na guitarra e na voz; João Gil no baixo e cavaquinho; e José Gil na bateria, percussão e samples.

A canção é uma encomenda de justa causa feita por Lélia Deluiz Wanick Salgado e Sebastião Salgado, líderes do Instituto Terra, uma ONG que preza pela preservação do meio ambiente. Espalhar a ideia do reflorestamento urgente e combater ao mesmo tempo o desmatamento é sua maior preocupação.

Gil inspirou-se logo e fez uma canção à altura de seus grandes sambas, desenvolvendo a ideia dos “res” que já renderam a ele toda uma trilogia de álbuns: Refazenda (1975), Refazela (1977) e Realce (1979). A “refloresta” poderia ser tema de um quarto álbum, tamanho o arco criativo que faz abrir sobre a obra do baiano. Vale citar a condução primorosa do vídeo (em tempos de se trabalhar com a limitação de gravações) nas mãos da diretora Ivi Roberg e na produção de Piloto.

O Instituto Terra foi criado em 1998 por Lélia Wanick Salgado e Sebastião Salgado. A campanha “Refloresta” foi criada pela agência Ampfy, as ações tem como peça central a criação da nova música de Gilberto Gil, que vem se somar à famosa trilogia Refazenda, Refavela e Realce.

É muito mais do que uma campanha, é um chamado urgente para a recuperação das nossas florestas, do nosso planeta. Não basta mais apenas frearmos o desmatamento, é preciso replantar e recuperar as áreas degradadas”, afirma Juliano Ribeiro Salgado, vice-presidente do Instituto Terra.

A organização civil sem fins lucrativos tem como foco a disseminação dos valores ecológicos por meio de ações educativas e intervenções de restauração e recuperação em propriedades rurais no Vale do Rio Doce, entre elas sua sede, a RPPN Fazenda Bulcão.

A campanha, encabeçada pelo cantor Gilberto Gil, também contará com outras personalidades. Além do clipe lançado pelo compositor, as ações de divulgação nas redes sociais contaram com o apoio de personalidades, como Marcos Palmeira, Fernando Moraes, Chico Buarque, Lilian Pacce, Dudu Bertholini, Patricia Pillar, Bruna Lombardi e Luciano Huck. O clipe da música pode ser visto no site www.institutoterra.org ou no canal do YouTube do Instituto Terra.


Década da restauração

A ONU declarou o período de 2021 a 2030 como década da restauração de ecossistemas. Ao reconhecer a importância da atividade para combater a crise climática global, melhorar a segurança alimentar, o fornecimento de água e a biodiversidade, a organização mundial estimula lideranças políticas, do setor privado e da sociedade civil a reforçarem suas atenções aos bilhões de hectares de áreas degradas com potencial de restauração no mundo.

A música é a grande celebração da criatividade brasileira e propusemos o tema para que Gil falasse a favor da preservação da nossa fauna e flora. Além disso, o apoio de celebridades nos ajuda a levar essa mensagem, tão urgente na nossa atualidade, para o mundo inteiro”, comenta Fred Siqueira, CCO da Ampfy, lembrando que a ideia é contar com o apoio de amigos, ativistas e influenciadores para que haja um movimento nas redes sociais, além de grandes mídias tradicionais, na divulgação do tema.