Destaques Geral

Geração de emprego aumenta 80% na região em janeiro de 21

Por Beatriz Silva / Redação

17 de março de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – O mercado de trabalho gerou 900 novas vagas em janeiro de 2021 na região, o que representa um aumento de aproximadamente 80% em relação a dezembro de 2020, quando o saldo foi de 502 postos de trabalho, e de quase oito vezes mais que os 113 registrados em janeiro do ano passado.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do primeiro mês do ano, divulgado na tarde desta terça-feira, 16, o saldo decorre de 2.990 contratações e 2.090 demissões no período. A indústria, com 562 novos postos gerados, liderou na região, seguida pelos setores de serviços (123), construção civil (112), comércio (102) e agropecuário (1).

São Sebastião do Paraíso, com 318 novas vagas, sendo 295 criadas pela indústria, Piumhi (131) e Passos (101) apresentaram os melhores desempenhos na geração de emprego em janeiro na região. Alpinópolis, com fechamento de 15 postos de trabalho, teve o pior resultado no período.

O mercado de trabalho em Paraíso registrou 769 contratações com carteira assinada e 451 rescisões no mês de janeiro. Esse resultado equivale a quase cinco vezes o obtido em dezembro de 2020, quando o saldo ficou em 64 vagas devido a 363 admissões e 427 demissões.

Na cidade, a indústria, com 295 contratações, foi responsável por 98,5% dos novos empregos gerados em janeiro. O setor de serviços registrou saldo de 16 novos postos e o comércio gerou dez. Na construção, o balanço ficou positivo em duas novas vagas e o agro fechou cinco.

Em Passos, o Caged apresenta 769 admissões e 668 demissões em janeiro. Na comparação com o mesmo mês de 2020, quando o saldo ficou em 13 vagas, o crescimento é de 676%. Em relação a dezembro do ano passado (saldo de 206 postos), a cidade apresenta queda de 105 novas oportunidades de trabalho.

O setor da construção civil, que gerou 52 novas vagas, aparece em primeiro no ranking do emprego no município, seguido pelo comércio (19), indústria (17) e serviços (14). O agro foi o único segmento pesquisado que teve resultado saldo negativo, com o fechamento de uma vaga.

Piumhi, ao longo do primeiro mês do ano, registra 294 contratações e 163 demissões, com saldo positivo de 131 vagas de trabalho. Quando comparado a janeiro de 2020, o resultado é um aumento de 178%, uma vez que, para o período, os números registrados foram de 317 admissões e 270 desligamentos, em um saldo de 47 oportunidades.

Em relação a dezembro do ano passado, foram gerados 125 novos postos a mais. Em Piumhi, o comércio teve o maior saldo líquido, com 69 postos de trabalho, pelo setor de serviços (31), indústria (21) e construção (18). O agro foi o único com saldo negativo (-8).