Destaques Eleições 2020

Gender Brigagão confirma pré- candidatura a prefeito de Paraíso

3 de setembro de 2020

S.S. DO PARAÍSO – O engenheiro e produtor rural Gender Brigagão Alcântara confirmou que é pré-candidato a prefeito de São Sebastião do Paraíso nas eleições deste ano pelo Democratas. Com 59 anos e uma trajetória no setor empresarial, onde comandou equipes em empresas como a Companhia Siderúrgica Paulista, Cooparaiso, e atualmente na multinacional Olam Coffee – onde é vice-presidente, Brigagão aceitou o convite de um grupo de lideranças de vários setores que estão interessadas em somar forças promover a geração de empregos e o desenvolvimento paraisense.

A escolha pelo empresário tem a ver com seu perfil dinâmico e de administrador, reunindo qualidades para conduzir um projeto totalmente novo e inovador, que contemple metas para servir a população em setores vitais como a saúde pública, a educação, a segurança, e obras de infraestrutura no meio urbano e rural. O anúncio da pré-candidatura despertou a atenção da comunidade paraisense, desde pessoas mais experientes até a juventude, que enxergam na figura de Gender Brigagão um nome preparado para unir o município.

Sempre vi meu pais contribuindo com Paraíso, acredito que depois de uma vida profissional graças a Deus bem sucedida, chegou o momento e posso contribuir também com a cidade onde nasci, onde vivo e trabalho. Quero muito que o povo de paraíso me acolha como prefeito, para juntos construirmos algo novo e evitarmos uma descontinuidade que pode ser muito prejudicial para o desenvolvimento paraisense”, disse Gender Brigagão.

O pré-candidato comentou que Paraíso tem uma logística privilegiada, no centro dos maiores mercados consumidores, uma riqueza natural enorme com a qualidade do café – que distribui riqueza na comunidade.

Temos uma representação política formidável, então eu acho inadmissível Paraíso não explorar isso. Tenho uma grande penetração do meio empresarial, acredito que posso ser um prefeito gerador de empregos em todos os níveis para Paraíso e consolidar efetivamente nosso município em um polo”.

É a primeira vez que Brigagão aceita um convite para ingressar na vida pública, mas a política está na veia familiar, haja vista, por exemplo a atuação de seu bisavô, o médico Placidino Brigagão, que foi prefeito municipal entre 1905 e 1912, e por sua atuação como médico humanista e prefeito de grande visão, hoje é nome de umas das principais ruas de Paraíso. Casado com a farmacêutica Adelia Maria Pimenta de Pádua, pai do Pedro e da Beatriz, e com um neto Miguel, Gender Brigagão é o 3º filho de uma família numerosa constituída pela matrimônio da professora Dirce Brigagão Alcântara – muito querida no meio educacional e cultural paraisense, com bancário Antônio Carlos Pinheiro de Alcântara, já falecido, que por seu legado tem o nome homenageado na Casa da Cultura do município e na avenida que será o endereço da Universidade Federal, no Jardim Mediterraneé.

A pré-candidatura de Gender Brigagão tem o apoio formal até o momento de pelo menos seis partidos: Democratas, PTB, MDB, PSDB, PL, e PSD. De acordo com Gender Brigagão, o diálogo está aberto e novas siglas podem apoiar o projeto. O pré-candidato a vice será o vereador Paulo Cesar Souza, o Tatuzinho, do Partido Liberal (PL) segundo mais votado na eleição passada e identificado com movimentos sociais. Brigagão explicou também que sempre foi homem de diálogo, nunca de polarizar.

Sou um cara de conjunto, mas também de independência. É desta forma, pela meritocracia, que vamos prestar grandes serviços para a comunidade. O mesmo digo com relação aos funcionários municipais, eles precisam crescer pela meritocracia, mas também estarem motivados, com a segurança do respeito e do salário em dia. A palavra é vamos crescer, sem bate boca, sem perseguição”, pontuou.

Sou um engenheiro de formação, então não sei começar nada sem conhecer a demanda e o processo. Como é que vou administrar sem conhecer claramente as demandas, e essas demandas do município são demandas do povo que vive e trabalha aqui em Paraíso. O recurso é finito, e as demandas têm prioridades, vamos com eficiência atender o máximo de demandas, essa é minha maneira de trabalhar”, disse Gender Brigagão.