Destaques Esporte

Galo aproveita semana de treinamentos para se recuperar

30 de outubro de 2020

Em 30 dias, Galo saiu de um aproveitamento de 83% para apenas 44%. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – O mês de outubro foi terrível para o Atlético-MG, que perdeu a liderança e caiu duas posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Galo viu seus adversários diretos, Internacional e Flamengo, abrirem diferença na pontuação.

A queda de desempenho atleticano se mostra nos números ofensivos e na estatística de uma forma geral. Em 30 dias, a equipe dirigida pelo treinador argentino Jorge Sampaoli saiu de um aproveitamento de 83% para apenas 44%.

No mês de setembro, o aproveitamento alcançado pelo Atlético-MG foi tão bom que o time atingiu a liderança e chegou a abrir cinco pontos de distância para o segundo colocado. Mas tudo isso ruiu no mês seguinte

O meia Alan Franco espera que o Atlético consiga aproveitar a semana de treinamentos para ajustar detalhes e voltar a vencer na competição – já são três jogos seguidos sem vitória.

Uma semana completa de trabalhos. Na verdade, não fomos muito bem (nos últimos jogos). É uma oportunidade para ajustar alguns detalhes que estão nos faltando. Vamos aproveitar ao máximo essa semana para fazer um grande jogo na segunda-feira”.

‘ O lateral-direito atleticano Guga ainda mantém o discurso de “excelente campanha” do Atlético-MG no Brasileirão.

Normal (as críticas), ainda mais aqui no futebol brasileiro. A gente faz excelente campanha, só dependemos de nós mesmos para voltar à liderança. O peso da mídia, de todo mundo, é como se tivesse tudo errado, parece que a gente perdeu a chance de ser campeão. A gente ainda tem um turno inteiro para disputar. E só dependemos de nós. Não tem nada errado. A gente tem que saber lidar com isso”, analisou.

A equipe de Sampaoli tem 32 pontos, contra 35 de Inter e Flamengo, líder e vice-líder, respectivamente. O Galo tem um jogo a menos, pois não jogou na sexta rodada contra o Atlético-GO em razão das finais do Campeonato Mineiro.