Destaques Geral

Fiéis adiam romaria a Aparecida para agosto

20 de julho de 2020

Aproximadamente 15 pessoas vão percorrer os 400 quilômetros de distância em nove dias e oito noites. / Foto: Divulgação

PASSOS – Os organizadores da Romaria de Maria ainda esperam caminhar pelo quinto ano seguido até Aparecida-SP, no Vale do Paraíba. Eles aguardam a flexibilização das medidas de prevenção à pandemia do novo coronavírus para poder entrar na basílica de Nossa Senhora Aparecida. Além disso, os romeiros também dependem da liberação de circulação de ônibus e vans no entorno da maior e tradicional igreja católica do Brasil.

O que você também vai ler neste artigo:

  • Recepção

O coordenador do grupo passense, Lázaro Gonçalves Parreira, o Neném, afirma que, a princípio, a primeira data definida para o início da jornada era 29 deste mês, mas ela foi descartada em razão da pandemia.

Definimos que no dia 27 de agosto pretendemos deixar Passos rumo a Aparecida. Se não der certo, deixaremos para o fim de setembro, a última possibilidade de irmos em 2020”, afirmou.

Lázaro revelou que, se tudo der certo, aproximadamente 15 pessoas vão percorrer os 400 quilômetros de distância em nove dias e oito noites, caminhando de 2h às 13h, a partir do dia 27 de agosto. Quando deixam a estrada para o descanso, entre 14h e 1h, eles geralmente vão a salões paroquiais agendados previamente. A primeira das oito paradas do trajeto ocorre em Alpinópolis e a última, em Roseira (SP).

Como apoio, um caminhão com bagagem, mantimentos, água, além de uma cozinheira, irá com o grupo. Uma caminhonete também fará o trajeto para prestar possíveis primeiros socorros aos caminhantes.

Recepção

Se tudo der certo, na noite do dia 27 de agosto os romeiros participarão da missa de envio no santuário do Educandário Senhor dos Passos. No dia seguinte, eles iniciam a caminhada. No nono dia, os fiéis católicos devem chegar à basílica velha de Aparecida, o que geralmente ocorre por volta de 9h. Na sequência, seguem para o santuário, onde são recebidos pelo padre que estiver no local, e, em seguida, participam de uma das missas.

Depois, procuramos um local para o banho, troca de roupas e almoço. Os romeiros que os familiares forem buscar de carro voltam a hora que quiserem. Os demais deixam Aparecida com destino a Passos em um ônibus alugado pelo grupo”, finalizou Lázaro.