Destaques Esporte

Federação determina mando de campo do Passos FC em Guaxupé

Ézio Santos

4 de agosto de 2022

O PASSOS FC ESTREIA NA SEGUNDONA COMO MANDANTE, DIA 14, NO ESTÁDIO CARLOS COSTA MONTEIRO, CONTRA O VILLA REAL DE JUIZ DE FORA./ Foto: Divulgação.

PASSOS – A exemplo de 2018, quando o Passos Futebol Clube mandou seus jogos pelo Campeonato Mineiro da Segunda Divisão em Divinópolis e Nova Serrana, neste ano a equipe deve jogar no estádio Carlos Costa Monteiro, em Guaxupé. Faltando três dias para a estreia, fora de casa, contra o CA Três Corações, a Federação Mineira de Futebol (FMF) postou em seu site, um ofício comunicando que o estádio Starling Soares, não está com sua estrutura física em condições de oferecer segurança para as pessoas envolvidas em uma partida oficial e também ao torcedor. Além disso, o gramado está em péssimas condições da prática esportiva.

Desde o início do ano, quando o presidente do clube, Virgínio Leopoldino, firmou parceria com a prefeitura de Machado, para que o Machado Atlético Clube (MAC) disputasse a Segundona com o nome de Passos FC, a intenção era de que os jogos fossem realizados no estádio municipal Walter Matos Reis. Porém, a ideia foi reprovado pela FMF, em razão da praça esportiva não estar registrada no Departamento de Competições da entidade, com sede em Belo Horizonte. O Starling Soares foi vistoriado e suas condições reprovadas pela última vez em 15 de julho de 2022.

O técnico do PFC, Wellington Simião, lamentou a decisão da FMF, porque estava tudo planejado para os jogos ocorrerem em Machado.

“É uma questão administrativa complicada. Mesmo assim, não vou mudar o meu modo de trabalhar com os jogadores. Será sacrificante, porque teremos viagens todo o fim ou meados de semana. Nós, da comissão técnica e jogadores, aos poucos vamos nos adaptando com isso, e colocar em prática o nosso objetivo de subir para o Módulo II”, declarou.

Em nota divulgada no final da tarde de ontem, o presidente do Passos Futebol Clube, major Viginio Lelpodino, lamentou a decisão tomada pela diretoria de competições em não aprovar o Estadio Municipal Valter Mattos Reis em Machado, para que o PFC mandar os seus jogos.

“Todos os laudos foram assinados pelos órgãos previstos pelo estatuto do torcedor. Entendemos que os laudos juridicamente são de responsabilidade de quem os emitem, portanto não sendo de responsabilidade de Federação. O PFC se sente muito prejudicado, uma vez que toda estrutura logística se encontra em Machado e jogar na cidade não traz nenhum prejuízo à competição. A Federação existe para auxiliar os clubes dentro da competição, porque enfrentam enorme dificuldade, sobretudo financeira, para sobreviver”, disse.

O time passense, representado pelo MAC, estreia no próximo domingo, 7, às 10h, no estádio Elias Arbex, que ainda não foi liberado pela FMF para o público. O primeiro jogo dos Passos FC em Guaxupé será no domingo seguinte, 14, às 15h, contra o EC Villa Real de Juiz de Fora, pelo grupo B. O estádio Carlos Costa Monteiro tem capacidade para 3 mil pessoas e possui iluminação artificial.

Outros jogos da primeira rodada neste fim de semana, também sem público serão: Coimbra x Inter de Minas, Juventus x Novo Esporte, Santarritense x Poços de Caldas, Valeriodoce x Contagem e Mamoré x Paracatu.

Foto: Divulgação.