Destaques Dia a Dia

Fé Que Não Produz Fruto é Morta

POR SEBASTIÃO WENCESLAU BORGES

18 de novembro de 2020

NNo mês de novembro de 1932, nascia uma das entidades mais antigas de nossa cidade de Passos. Por fazer parte e ser apreciador das letras e escritas, estava relendo uns guardados de resolvi compartilhar com vocês:

Ata da reunião da fundação e instalação da Conferência de São Vicente de Paulo, desta cidade: Aos onze dias do mês de Novembro do ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, de mil novecentos e trinta e dois, nesta cidade de Passos, Estado de Minas Gerais, na Igreja Matriz, ás dezenove horas, presente o Revmo. Padre Dr. Messias Bragança, Revmo. Padre José Panucci, Sr. José Bento da Fonseca, Francisco Ribeiro, José Felissimo Malachias, Ayres de Melo Vasconcelos, José Alcântara lemos, Evaristo Gomes de Pádua, Albertino Gomes de Pádua, Waldemar de Melo Horta, Dr. Sebastião Giglio, Alberto Parreira Viana, Eduardo Ferreira de Carvalho, Lucio Batista Pelegrino, Tarcisio Rodrigues de Vasconcelos, Dr. Raymundo Hipólito de Souza, José Stockler de Lima, Limírio de Paula e Silva, Jamil Farjala, Benevenuto de Melo Vasconcelos, Joaquim Gomes de Pádua Guilherme Dias de Oliveira, Licinio de Paiva Ribeiro, Geraldo Júlio dos Santos, Joaquim Bretas de Souza, João Cortez Graneiro e Eloi Gonçalves de Faria, assumiu a presidência o Revmo. Padre Messias Bragança, que em ligeiras palavras, explicou o que era a Conferência de São Vicente de Paulo e que em despacho numero duzentos e cincoenta e três (253) da Cúria Diosesana de Guaxupé, datada de nove (9) do corrente mês, oro se instala e que fica sob a invocação de, digo que ficava sob a invocação do Senhor Bom Jesus dos Passos. Em seguida o Revmo. Padre Messias Bragança indicou para presidente o Sr Major José Bento da Fonseca, que sendo aceito por todos os presentes tomou posse e de acordo com o regulamento convidou para seus auxiliares os seguintes Senhores Major José Stockler de Lima para Vice-Presidente, Tarcisio Rodrigues de Vasconcelos para Tesoureiro e Guilherme Dias de Oliveira para Secretário, todos esses membros da Diretoria foram imediatamente empossados. Em seguida e para que a Conferência possa o mais breve possível, socorrer alguns pobres necessitados, o Sr. Presidente nomeou uma comissão de sindicância que ficou composta dos Confrades João Cortez Granero, Licinio de Paiva Ribeiro e Waldemar de melo Horta. Procedeu-se a coleta entre os confrades tendo produzido a quantia de cincoenta mil e setecentos (50,700). Não havendo nada mais a tratar, encerrou- se a reunião com as orações ordenadas pelo Regulamento da Sociedade de São Vicente de Paulo, tendo ficado antes assentado que as reuniões da Conferência se realizem aos Domingos, ás dezessete horas. Eu Guilherme Dias de Oliveira, secretário, lavrei a presente ata que depois de assinada pelo Revmo. Padre Dr. Messias Bragança, Diretor espiritual e Diretoria, foi extraída uma cópia fiel que será remetida ao Exmo. Sr. Dr. Joaquim furtado de Menezes, presidente do Conselho Central Metropolitano de Belo Horizonte. a) Padre Messias Bragança, Padre José Antonio Panucci, José Bento da Fonseca, José Stockler de Lima, Tarcisio Rodrigues de Vasconcelos”.

Assim foi fundada a Primeira Conferência Vicentina em nossa cidade de Passos, seguindo o modelo da SSVP em todo o mundo, que começou lá em abril de 1833, na cidade de Paris, na França, por um grupo de 6 jovens e um senhor mais velho liderado pelo hoje Beato Antônio Frederico Ozanam, com o objetivo de aliviar o sofrimento das pessoas mais vulneráveis levando assistência material e espiritual. Rapidamente o número de participantes aumentava, fazendo- se necessária a divisão em grupos chamados de “Conferências” que foram se multiplicando.

Em pouco tempo, saiu do território Francês estando, hoje, presente em mais de 150 Países. No Brasil SSVP iniciou suas atividades com a fundação da Conferência de São José, no Rio de Janeiro, no dia 04 de agosto de 1872.
Em Passos, a SSVP está há 88 anos a serviço da comunidade, ou seja, desde 11 de novembro de 1932, quando foi instalada a primeira Conferência Senhor Bom Jesus dos Passos.

Hoje a Sociedade de São Vicente de Paulo, além da Obra-Unida possui 2 Conselhos Particulares, e 1 Conselho Central para coordenar 19 Conferências espalhadas pelos bairros de nossa cidade de Passos. “Queria unir o mundo todo numa grande rede de caridade” (Ozanam). A todos que de alguma forma se doam para ajudar, independente de crenças, meu respeito e admiração!