Destaques Esporte

Evolução do Atlético ainda está no início, diz Jorge Sampaoli

28 de agosto de 2020

Galo venceu a primeira partida da final do Mineiro, contra o Tombense, por 2 a 1. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Contratado em 1º de março, Jorge Sampaoli está há quase seis meses no comando do Atlético. Porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, o time alvinegro só jogou 11 vezes sob a batuta do argentino. Para o treinador, o processo ainda está no início e precisará de tempo para dar resultados mais efetivos. Sampaoli, porém, entende que o Atlético já demonstra clara evolução na busca pelo estilo de jogo desejado. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Tombense, na partida de ida da final do Campeonato Mineiro, realizada na quarta-feira (26), o argentino fez uma análise do trabalho feito por ele e pelos jogadores.

É um processo. São jogadores muito jovens, novos, um plantel que, quando chegamos, estava em sexto no Mineiro. Classificamos, estamos na final e ganhamos o primeiro jogo da final. O time já havia sido eliminado da Copa do Brasil e da Sul-Americana. Tínhamos que reconstruir tudo. E isso leva tempo”, frisou.

É um plantel muito jovem, que tem que enfrentar o Campeonato Brasileiro, que é muito exigente, e agora uma final, que é muito importante para o clube. Então, creio que, basicamente, há um crescimento bem claro da filosofia. Para o futuro, temos que ver se os ‘interlocutores’ (os jogadores) estão capacitados, estão à altura da filosofia. Isso é o que vai determinar se este time vai ‘voar’ ou não”, prosseguiu.

Ainda que esteja apenas no início do trabalho, Sampaoli já pode ser coroado no domingo, 30. Para conquistar o Campeonato Mineiro, o Atlético precisa apenas de um empate com o Tombense. As equipes se enfrentam a partir das 16h, no Mineirão – mesmo palco da partida dessa quarta-feira. Seria o primeiro título de Sampaoli no futebol brasileiro. O argentino chegou ao Brasil em 2019, para dirigir o Santos.

É uma alegria. Vim a este país para tentar marcar um rumo de jogo, a partir do ataque, buscando que o Brasil me dê a possibilidade, com os bons jogadores que há aqui, de encontrar uma filosofia diferente. Ganhar um título, para mim, seria um grande orgulho”, afirmou.