Destaques Geral

Estudantes apresentam na Câmara proposta contra queimadas na cidade

Por Stéfany Dias /Especial

18 de setembro de 2021

A ação foi levada por representantes da turma na 32ª Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Passos./ Foto: Reprodução.

PASSOS – Alunos do 7º ano do Colégio Del Rey, de Passos, apresentaram, na Câmara Municipal, um projeto de combate às queimadas urbanas por meio do método de Aprendizado Baseado em Projetos ou Problemas (ABP). A apresentação foi realizada por representantes da turma na 32ª Sessão Ordinária, na última segunda-feira, 13.

Segundo o professor orientador Luiz Miguel de Lima, a proposta deve ser apresentada na escola, em novembro de 2021, e deve continuar em desenvolvimento nos próximos anos.

“Entregamos para os vereadores um texto que explica a real situação dos efeitos sofridos pelo nosso povo, a nossa preocupação com o meio ambiente em nossa cidade e, principalmente, com o aumento exponencial das queimadas no perímetro urbano”, disse Lima.

Nas próximas semanas, os estudantes pretendem visitar outros órgãos, como a prefeitura, Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar de Meio Ambiente.

O projeto tem como objetivo desenvolver debates e reflexões sobre danos causados pelas queimadas em área urbana. Os representantes solicitaram, na Câmara, a criação de políticas públicas para diminuição dos incêndios. Na apresentação, os alunos citaram leis que proíbem queimadas e demandaram a criação de um novo artigo municipal.

A proposta surgiu por conta da metodologia ABP, que consiste em identificar um problema comum aos alunos e à sociedade em geral e, logo depois, estudar a situação e entender o que as causas para, em seguida, propor soluções. Outras orientadoras no projeto são as professoras Máyra de Fátima Silva e Débora Lemos, que auxiliam na aprendizagem dos alunos do 7º ano.

Segundo os professores, este trabalho faz parte do Projeto Empreendedor do Colégio Del Rey, que promove diversos temas em todas as séries, com data de encerramento prevista para novembro.

De acordo com o orientador, o projeto está em fase inicial, mas as expectativas são boas em relação à continuidade e os alunos esperam que, em 2022, Passos não sofra com as queimadas.

“Os alunos concordaram que o tema é de extrema importância para melhorar a nossa qualidade de vida, tendo em vista que, por meio de uma votação, eles optaram pela ideia. A intenção é ajudar a diminuir e ou eliminar as queimadas urbanas”, afirmou Lima.