Destaques Geral

Escorpiões representam 99% dos casos ocorridos em Passos

Por Talita Souza / Redação

4 de janeiro de 2021

Todos os acidentes com animais peçonhentos chegam até a Secretaria Municipal de Saúde por meio da Epidemiologia. / Foto: Divulgação

PASSOS – Foram registrados 434 acidentes com animais peçonhentos, em Passos, no ano de 2020. Desse total, 99,9% foram com escorpião. Esse número cresceu cerca de 141% em comparação com 2019, quando foram contabilizados 180 acidentes de escorpião em Passos. Os dados são do setor de Epidemiologia do município.

De acordo com o diretor de Saúde Coletiva, Thiago Agnelo Salum, a principal causa do aumento de acidentes por animais peçonhentos é devida às altas temperaturas. “Na temporada primavera/verão e o período de chuvas, que, muitas vezes, não refrescam o ambiente e ajudam ainda na proliferação de insetos dentro de casa, principalmente, escorpiões”, afirma Salum. Ele também explica que os escorpiões se alimentam de baratas e que, devido às condições climáticas, essa é uma época do ano favorável à proliferação. “Eles invadem as casas atrás das baratas, mas acabam também buscando onde se alojar”, completa.

O diretor explica que, para evitar os acidentes, é necessário que a população fique atenta aos ralos no chuveiro, que se utilize protetores para portas, que faça constantemente a limpeza do quintal, retirando entulho e materiais inservíveis, e que tampe frestas e buracos nas paredes, portas e qualquer outro local que possa servir de esconderijo para o escorpião.

Em caso de acidentes, a gente pede que procure imediatamente o atendimento médico, porque é de extrema importância em caso de picadas de escorpião. Pedimos também que as pessoas verifiquem seus calçados e não deixem roupas de cama encostando no chão”, disse.

Segundo Salum, todos os acidentes com animais peçonhentos chegam até a Secretaria Municipal de Saúde por meio da Epidemiologia.

Todos os acidentes chegam até a Secretaria de Saúde através da Epidemiologia. Nós mandamos uma equipe para averiguar o local e dar dicas de manejo ambiental, que é o mais importante. A equipe vai orientar e passar todas as dicas sobre como agir em casos de acidentes”, disse.

A orientação para quem encontrar animais peçonhentos em casa é ligar para o telefone (35) 3522-8149 e agendar para que a equipe de combate a animais peçonhentos vá até o imóvel.


Novo projeto

De acordo com o diretor de Saúde Coletiva, há um projeto de recolhimento de materiais inservíveis e limpeza de quintais e terrenos baldios que será realizado agora, no início do ano, no município.

Nós estamos com um projeto agora para o início do ano, da Secretaria de Saúde, com a Secretaria de Obras e a Secretaria do Meio Ambiente de fazer o recolhimento de materiais inservíveis e realizar as limpezas de quintais e de terrenos baldios. É um projeto que está em pauta e que será estudado de imediato, agora, no início do ano”, disse.