Destaques Geral

Empresários aguardam o retorno da atividade de terminais rodoviários

16 de Maio de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Diversos empresários que dependem de receber ou escoar suas produções por meio de transporte terrestre (ônibus) ou até mesmo usuários que necessitam viajar para outras cidades por diversos motivos reclamam o retorno dos serviços prestados pelas empresas no Terminal Rodoviário Tancredo Neves, de Passos e também em outras cidades da região.

Questionado sobre a reabertura da rodoviária, que foi fechada logo nos primeiros dias da pandemia, o Presidente da Ameg e Prefeito de Passos, Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, explicou que ainda não tem nada definido para o retorno das atividades. “Vamos fazer uma reunião na segunda-feira para tratar sobre este assunto”, afirmou à reportagem.

Pelo programa em que a Ameg aderiu, por se tratar de um setor especial o transporte de passageiros é uma das atividades que exige especificidade própria. Ressalta-se que existe uma lista de setores econômicos, que devido ao seu grande risco de propagação da doença, compõe um grupo à parte, que só poderá ter suas atividades retomadas após normalização da situação pandêmica
no Brasil.

Cidades da região estão na onda verde

PASSOS – As cidades que compõem a microrregião de Passos, da Superintendência Regional de Saúde estão, segundo a superintendente Kátia Rita Gonçalves, na onda verde, o que significa que podem abrir apenas o comércio destinado a serviços essenciais. E, que, ainda não tem uma situação extremamente preocupante, mas requer, claro, conscientização por parte da população para respeito às regras de distanciamento e todos os protocolos de segurança da saúde.

A onda verde é o início do processo. Todos os municípios começam na onda verde. A habilitação de leitos pelo Ministério da Saúde faz parte do Plano Operativo para o Enfrentamento da COVID-19 na Macrorregião Sul. E, em face à possibilidade de aumento do número de casos de pacientes contaminados pela covid-19, a superintendente disse que buscou junto ao governo o credenciamento de 36 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo, sendo 26 para a Santa Casa de Misericórdia de Passos e 10 para Santa Casa de São Sebastião do Paraíso.