Destaques Geral

Empresa canadense premia café de cooperadas da Cooxupé

8 de março de 2021

Foto: Divulgação

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03), 51 cooperadas da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé estão comemorando o recebimento de um prêmio por suas produções de cafés. A premiação total de R﹩ 287,6 mil vem da empresa RGC Coffee, de Montreal (Canadá), que tem atuação no mercado de cafés premium e especiais. 

Os cafés enviados para a RGC Coffee atenderam ao pedido da própria empresa canadense, que solicitou à Cooxupé um lote produzido especialmente por cooperadas, produtoras em toda área de atuação da cooperativa – Sul de Minas, cerrado Mineiro e média mogiana do estado de São Paulo. Foram enviadas 6,3 mil sacas, totalizando mais de 380 mil quilos de café, no período de abril de 2019 a fevereiro de 2021.

Ao longo dos anos, a participação da mulher tem se destacado em toda cadeia produtiva cafeeira, trazendo uma novidade no universo cafeeiro brasileiro e internacional: o negócio café sendo também conduzido por elas – como é o caso da RGC Coffee, que atualmente é presidida por Nathalie Gabbay.

Na Cooxupé, a participação das mulheres também é marcada em todos os setores de produção desde a entrada do café até a saída para a exportação, como as cafeicultoras cooperadas; as comercializadoras (que colocam o produto no mercado externo), as engenheiras agrônomas (que realizam todo trabalho de assistência técnica auxiliando os cafeicultores para aprimorar a qualidade nas lavouras); entre outras funções. 

O presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, explica que este é um começo de uma caminhada promissora junto à RGC Coffee, assim como outras empresas que vêm valorizando lotes de qualidade específicos para serem trabalhados no mercado externo. 

A Cooxupé está sempre em busca de oportunidades que agregam valor a todos os seus cooperados e esta comercialização com a empresa canadense permite novas possibilidades, beneficiando especialmente as produtoras de café. O papel da mulher na cafeicultura, em especial nas nossas famílias cooperadas, vem aumentando ao longo dos anos e estamos muito felizes com esta merecida premiação que receberam. Nosso trabalho é sempre abrir novos caminhos aos nossos cafeicultores, homens e mulheres, fortalecendo nossa posição nos mercados brasileiro e internacional como uma cooperativa que produz e comercializa café de qualidade, credibilidade e sustentável diante de toda cadeia produtiva cafeeira“, diz.