Destaques Variedades

Emmy consagra Schitt’s Creek

22 de setembro de 2020

Elenco de 'Schitt's Creek', maior vencedora do Emmy 2020. / Foto: Divulgação

Schitt’s Creek, Succession e Watchmen foram os principais vencedores do Emmy 2020. A cerimônia, que ocorreu remotamente por conta da pandemia do novo coronavírus na noite do último domingo, consagrou a série canadense de humor Schitt’s Creek com nove prêmios em todas as categorias voltadas à comédia. Já a minissérie Watchmen e a série de drama Succession, se não levaram para casa todos os prêmios aos quais foram indicadas, também foram grandes destaques na premiação.

Succession foi a grande vencedora entre as séries de drama. O programa da HBO criado por Jesse Armstrong retrata uma família rica cujo patriarca está decidindo quem deve sucedê-lo como grande comandante do império familiar, o que coloca irmãos e parentes em guerra entre si. A série, que conta com duas temporadas e já foi renovada para uma terceira, venceu quatro estatuetas, incluindo a de melhor ator (Jeremy Strong), série, roteiro e direção. Apesar das bolas cantadas de Watchmen, Succession e Schitt’s Creek, houve algumas surpresas interessantes, como a vitória de Zendaya como melhor atriz por sua participação em Euphoria, Uzo Aduba como atriz coadjuvante em Mrs. America e Maria Schrader pela direção de Nada Ortodoxa.

Criada por Damon Lindelof, a minissérie Watchmen é inspirada no universo dos quadrinhos escritos por Alan Moore e ilustrados por Dave Gibbons em 1986. Embora não seja uma adaptação, a série se passa anos depois da trama retratada nos quadrinhos. Nesse mundo, existem super-heróis, mas esses patrulheiros mascarados são, na verdade, tão corruptos quanto os criminosos que eles prendem. A série de Lindelof usa a premissa de Moore e a transporta para a TV de modo a discutir violência policial, punitivismo jurídico e o racismo estrutural nos Estados Unidos. Os protestos contra a brutalidade policial em relação aos negros, que se espalharam pelo mundo em 2020, demonstram como a temática de Watchmen é relevante nos dias de hoje e explicam seu sucesso – tanto que a série da HBO ganhou nada menos que quatro estatuetas nas categorias principais, além de dois prêmios entre as categorias técnicas, anunciadas antes da cerimônia.

A série canadense de comédia Schitt’s Creek se consagrou como a grande vencedora do Emmy Awards 2020 nas categorias humorísticas. Encerrada em 2020 após seis temporadas, a série criada e estrelada por Eugene Levy e seu filho, Daniel Levy (que também roteirizou a série) foi a mais celebrada da noite entre as comédias. Schitt’s Creek venceu os prêmios de melhor atriz (Catherine O’Hara), ator (Eugene Levy), roteiro, direção, ator coadjuvante (Daniel Levy), atriz coadjuvante (Annie Murphy) e, por fim, de melhor série de comédia. A trama de Schitt’s Creek acompanha a vida de uma família de milionários que perde toda a sua fortuna e se vê obrigada a se mudar para uma cidadezinha do interior.

Pandemia

O Emmy foi o primeiro grande evento da temporada de premiações a acontecer durante a pandemia do novo coronavírus. Enquanto o Globo de Ouro e o Oscar se salvaram dos efeitos da quarentena, tendo acontecido presencialmente ainda em 2020, o Emmy teve de cumprir rígidos protocolos de higiene para poder acontecer.
Algumas poucas atrações, no entanto, estiveram presentes no auditório com Kimmel, como Zendaya, Tyler Perry e Jennifer Aniston. Além disso, um tocante número musical relembrou algumas das estrelas que morreram no último ano, como Naya Rivera (Glee), Diana Rigg (Game of Thrones), Chadwick Boseman (Pantera Negra) e Kirk Douglas