Destaques Geral

Em um mês, região soma quase 240 mortes e mil positivados pela covid

Gabriella Alux/ Especial

14 de junho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Em 32 dias, as cidades que compõem a Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos) somaram 239 mortes e 9.980 casos positivados para a covid-19. Passos permanece como a cidade com o maior número de mortes (84) e positivos (2.555) durante esse mês. Em São Sebastião do Paraíso, que aparece em segundo no ranking, 35 mortes e 1.082 casos confirmados neste período.

As cidades que aparecem em seguida com mais óbitos pela covid são Cássia (três), Alpinópolis e Carmo do Rio Claro, com dez em cada, Guapé (oito) e Piumhi (sete). Capitólio, Itamogi, São João Batista do Glória e São José da Barra tem seis mortes em cada. Bom Jesus da Penha e São Roque de Minas aparecem em 8º lugar com cinco mortes em cada nesse período.

Itaú de Minas, Jacuí, Monte Santo de Minas, Nova Resende e São Tomás de Aquino tiveram quatro mortes em cada, configurando como algumas das cidades com menos óbitos em decorrência da covid neste mês. Pratápolis (três), Capetinga (três), Ibiraci e Fortaleza de Minas, com dois óbitos em cada, e Claraval, Delfinópolis, Pimenta e Vargem Bonita, com um óbito em cada, são as cidades com menos óbitos pelo coronavírus.

Além de Passos e Paraíso, Piumhi (808), Alpinópolis (360), Itaú (374), Nova Resende (332), Cássia (326), Itamogi (324), Carmo (305), Bom Jesus da Penha (261), Guapé (250) e Monte Santo de Minas (242) são as dez cidades com o maior número de positivados a mais na região. São Roque de Minas (223), Glória (212), Jacuí (188), Delfinópolis (187), Ibiraci (172), Barra (163), Pratápolis (118) e Claraval (108) aparecem em seguida no ranking com positivados a mais neste mês.

Fortaleza de Minas (98), Capetinga (84), São Tomás de Aquino (74), Capitólio (70), Pimenta (47) e Vargem Bonita (11) estão como as cidades com os menores números dos casos de transmissão e positivos pela covid na região.

O município de Doresópolis é, segundo o ranking, a cidade com menos transmissão e mortes em comparação com as demais da região. Em um mês, é contabilizado apenas seis casos confirmados e nenhuma morte a mais pelo vírus.