Destaques Eleições 2020

Eleitor tem até esta quinta-feira para justificar ausência no 1º turno

12 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS — Os eleitores que não compareceram às urnas no primeiro turno das eleições municipais de novembro têm até a quinta-feira, 14, para justificarem a ausência. Na região, mais de 41 mil cidadãos abstiveram-se do poder de voto e, caso o procedimento de justificativa não seja realizado, é preciso pagar multa.

Destaca-se ainda que, quem não regularizar a situação fica em débito com a Justiça Eleitoral, e não pode emitir certidão de quitação eleitoral, o que o impede de obter documentos como passaporte ou carteira de identidade, receber salário de emprego público, participar de concursos públicos ou ser empossado neles, bem como obter empréstimo na Caixa Econômica Federal ou Previdência Social.

Como lembrado por Bianka Keila Pedroso, auxiliar administrativo do Cartório Eleitoral de São Sebastião do Paraíso, não é possível identificar quantos eleitores precisam justificar, uma vez que há possibilidade de pagamento de multa aos que não realizarem o procedimento.

Os cidadãos que não votaram tiveram o prazo de 60 dias para justificar, seja com atestado médico, trabalhista, etc. No entanto, aqueles que não possuem algum tipo de comprovação a ser apresentada até a próxima quinta-feira, 14, podem optar pelo pagamento da multa, de R$3,50, a qual não tem período fixado para ser realizado, com essa alternativa, torna-se impossível divulgar o quantitativo de pessoas que precisam justificar, mas é possível identificar total de faltosos no 1º turno”, explicou Bianka.

Dos 49.895 eleitores de São Sebastião do Paraíso, 14.990 cidadãos, o que representa 30,04% dos votantes, não foram às urnas. Também entre os municípios cujo o cartório paraisense abrange, 23,04% do eleitorado de São Tomás de Aquino não participaram das eleições (1.344 pessoas), assim como 24,41% e 18,87%, dos eleitores de Jacuí e Itamogi não votaram, representando 1.559 e 1765 indivíduos, respectivamente.

Em contato com com servidores do Cartório Eleitoral de Passos, apenas os números do município foram informados, neste caso, 27,39% do total de 79.429 aptos a votarem não participaram das eleições. Até o encerramento desta edição, os dados referentes a Piumhi e seus municípios de abrangência também não foram divulgados.