Destaques Esporte

Dívida

30 de Maio de 2020

O Atlético enviou ao Conselho Fiscal do clube o balanço referente ao ano de 2019, que contabiliza déficit de R$ 5.785.901. O endividamento do Galo também subiu: R$ 94 milhões a mais em relação ao período anterior. Com isso, a dívida global atingiu R$ 746 milhões. Chamou atenção no balanço a receita de R$ 49.083.351 referente à doação da MRV para a participação da sociedade de propósito específico (SPE) na construção do estádio do Atlético.

Corte

O São Paulo ampliou o corte nos salários dos funcionários do clube para 50% dos vencimentos. Até então, o desconto era de 25% – a medida é baseada em medida provisória do governo que permite a diminuição do pagamento proporcional a um corte na carga horária e vale a partir de junho. Essa medida inclui todos os funcionários, diretores entre eles, com exceção do elenco de futebol profissional, que passou por um processo separado de ajuste.

Ingressos

O Vasco realizou uma campanha para a venda de ingressos virtuais da final da Libertadores 1998. A partida foi transmitida no último domingo pela TV Globo e o clube arrecadou R$ 172.700,00. Com o valor, a diretoria cruzmaltina pagou parte dos salários dos funcionários do clube que recebem até R$ 1,1 mil. A diretoria vem buscando recursos para diminuir as dívidas com funcionários e jogadores. No total, foram 16.584 ingressos vendidos.

Perda

A paralisação do futebol pela pandemia piorou a situação financeira dos clubes brasileiros. Mesmo o Flamengo, que tem uma das melhores situações no Brasil, vem sofrendo com a perda de receita. Após perder dois patrocinadores, sendo um o master, os rubro-negros viram 20 mil sócios-torcedores deixarem o programa. A diretoria vem se organizando para o retorno do futebol para poder oferecer aos torcedores um produto e mantê-los fiéis ao clube.

Homenagem

Os membros do Conselho Gestor do Cruzeiro receberam uma homenagem dos funcionários da Sede Administrativa nessa sexta-feira. Saulo Fróes, Gustavo Gatti, Carlos Ferreira, Anísio Ciscotto, Alexandre Faria, Emílio Brandi e Jarbas dos Reis, além do superintendente jurídico, Kris Brettas, e do CEO, Sandro Gonzalez, foram presenteados com camisas do clube celeste assinadas pelos profissionais. O grupo entregará a administração da Raposa a Sérgio Santos Rodrigues.

Solidariedade

Durante a semana, o Allianz Parque recebeu a campanha “Sangue Verde e Amarelo”, promovida para reforçar hemocentros que sofreram queda significativa nos estoques com as restrições impostas pela covid-19. Com o zagueiro Luan como um dos doadores, o Palmeiras estima 3.940 vidas salvas. De acordo com o Palmeiras, 985 pessoas participaram da campanha durante três dias de ação no Allianz Parque e cada doador ajuda a salva quatro pacientes.