Destaques Do Leitor

Desmonte da Lava Jato

9 de setembro de 2020

Depois de se dedicarem com unhas e dentes nas investigações da Lava Jato, localizaram pelas profundas investigações ,os grandes Ladrões da Petrobras, agora com novas decisões do procurador geral da república Augusto Aras está providenciando seu desmonte, já conseguiram retirar de suas funções o Juiz Federal Dr. Sérgio Moro, que enfrentou todas as ameaças dos poderosos a ele e seus familiares, mesmo assim mandou para a cadeia após os julgamentos do Petrolão, centenas de malfeitores que se apropriaram e tomaram de assalto nossa maior estatal Brasileira, a Petrobras , e dela retiraram do seu Património RS$ 6 bilhões, onde o Dr. Moro e o Procurador da República e responsável da Lava Jato Deltan Dallagnol, conseguiram recuperar R$ 2 bilhões.

Agora que se iniciaram as delações premiadas oferecidas pelos corruptos das Empresas que roubaram a Petrobras e distribuíram recursos do caixa dois para os maus políticos, vem o desmonte para que nada seja averiguado nem investigado contra eles, uma vergonha do governo atual que tem dezenas deles do Centrão denunciados na Lava Jato. Agora sai de Cena o responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, o Dr. Deltan Dallagnol, ficou somente o legado pelos seis anos que lutaram contra os poderosos, corruptos e oportunistas de plantão, quando apossaram do Patrimônio da Petrobras. Com tristeza.

José Pedro Naisser – Curitiba/PR

Fala de Bolsonaro

A declaração insensata do presidente Bolsonaro é inaceitável. Disse ele que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”. Ele não leva em consideração a determinação de uma lei que ele assinou no mês de fevereiro. E mais, a vacinação é uma das formas de diminuir os riscos de contaminação. Mais uma vez o ocupante do cargo maior da República promove uma polêmica numa questão da maior importância. É a saúde pública que ele não tem preocupação em preservar.

Uriel Villas Boas – São Paulo/SP