Destaques Geral

DelFurnas capacita operadores de embarcações

Por Ézio Santos/ Especial

23 de julho de 2021

Cinco alunos participaram do curso de capacitação, desses, apenas um era do sexo feminino. / Foto: Divulgação

CAPITÓLIO – Desde o início de julho, a Secretaria Municipal de Turismo de Capitólio conta com cinco servidores capacitados como agentes Especiais para Tripulação de Embarcações de Estado do Serviço Público (ETSP). As 40 aulas teóricas e práticas do curso foram ministradas entre 28 de junho e 2 de julho por instrutores habilitados da Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas), em São José da Barra. Todos foram diplomados no dia 15 deste mês e já estão exercendo as funções.

De acordo com a Assessoria de Imprensa de Comando do 1º Distrito Naval do Rio de Janeiro, a delegacia cumpre o calendário de cursos do Programa do Ensino Profissional Marítimo (Prepom) aprovado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC) para a formação e capacitação de aquaviários. O curso ETSP não visa formar ou capacitar aquaviários, motivo pelo qual não está previsto no programa, mas habilitar servidores públicos para poderem operar embarcações de instituições públicas. Ele acontece mediante solicitação dos interessados, de acordo com a disponibilidade de atendimento pela DelFurnas e sem prejuízo ao calendário do Prepom.

Para o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Capitólio, Lucas Arantes Barros, empossado dia 1º de junho, a realização do curso foi solicitada pela atual administração com o objetivo de aumentar a segurança da população que visita os principais pontos turísticos de Capitólio.

Alguns agentes já trabalhavam na área, mas não eram capacitados. Com a instalação da DelFurnas na Barra, firmamos parceria no sentido de nos orientar sobre a observação e até mesmo a abordagem em relação aos condutores de iate, lancha, jet-ski e similares que procuram pelas belezas do Lago de Furnas. Daí aumentou consideravelmente a chance de qualificação dos servidores”, enfatizou.

Lucas ressaltou ainda que os agentes públicos, além de operarem embarcações do município, eles têm o poder de notificações relacionadas às desobediências quanto às normas de segurança das pessoas embarcadas e veículos aquáticos.

Eles fiscalizam para proporcionar segurança a todos. O que notarem de irregular, resulta no relatório a ser analisado pela DelFurnas sobre a possível lavratura do auto de infração dos envolvidos”, explicou.

Os pontos turísticos mais visitados na orla fluvial do município são os Cânions, Lagoa Azul, Cachoeirinha da Ilha, e a Ponte do Rio Turvo.
Os cinco alunos participantes do curso, apenas um é do sexo feminino, Carolaine Monique Ferreira. Também receberam o certificado da DelFurnas, Alexandre Gonçalves Silveira, Álisson Vinícius Ramos de Oliveira, Denis Eduardo Ribeiro, e Vanderlei dos Santos. O secretário revelou que finais de semana e feriados são dias de maior fluxo de turistas no lago, aumentando o trabalho de deslocamento e fiscalização nos pontos de onde há o maior número de embarcações aquáticas motorizadas.

A Assessoria de Imprensa de Comando do 1º Distrito Naval informou ainda que foram ministradas, entre outras, as disciplinas de navegação, controle de avarias e primeiros-socorros, conhecimentos fundamentais para que os agentes possam conduzir, com segurança, as embarcações em rio, lagos e lagoas onde operam. A certificação dos alunos permitirá conduzir embarcações miúdas, como lanchas e motos aquáticas, pertencentes à prefeitura, e que são utilizadas para realizar a fiscalização do cumprimento das leis municipais em águas interiores.

A presença de turistas na região de Capitólio é frequente, sendo as atividades nos rios e lagos um atrativo. Percebendo a importância de melhor qualificar os agentes públicos, a iniciativa da prefeitura local, em conjunto com a DelFurnas, representa significativa contribuição para a segurança do tráfego aquaviário e o ordenamento dos pontos turísticos do Lago de Furnas”, descreveu um dos assessores do distrito.