Destaques Do Leitor

Defesa do presidente do país

22 de outubro de 2020

O Brasil é o terceiro em queimadas. O primeiro é a África Central, uma área maior que Amazonas e Pantanal juntos. Segundo, Congo. Quarto, Bolívia. Quinto, Sibéria, na Rússia. Sexto, Alasca, Estados Unidos. Sétimo, Austrália. E vários outros países estão em chamas devido à estiagem. Porém, por razões políticas, vários partidos que perderam as eleições e a nossa imprensa jogam o mundo contra o Brasil em relação aos incêndios. Além disso, culpam o ministro do Meio Ambiente e Bolsonaro pelos incêndios, a maioria criminosos, e não citam os governadores do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul e da Amazônia e nem os secretários de Meio Ambiente e os comandantes do Corpo de Bombeiros desses estados. O foco é atingir Bolsonaro e sua equipe.

Ivan Print – Itabira/MG


Pena dos cuequeiros

O senador Chico Rodrigues foi flagrado pela Polícia Federal numa situação vexatória, com dinheiro na cueca. Ele é o articulador de Davi Alcolumbre para a reeleição à presidência do Senado. O senador era quem batia de porta em porta pedindo votos para Alcolumbre. Vão cassá-lo? Ora essa, Renan Calheiros que o diga. E o deputado José Guimarães, que, segundo a revista Veja, em 2005 foi flagrado com US$ 100 mil na cueca, qual foi a pena? Foi eleito deputado federal. Basta uma pesquisa e veremos o quão corporativo é o Congresso Nacional. Quem governa com esses demagogos?

Izabel Avallone – São Paulo/SP


Tilintar das moedas

Talvez a mídia, por cautela e até mesmo por medo de retaliação, não ventile essa possibilidade, mas o povo, aquele que paga as contas e não recebe nada em troca, sabendo que o Brasil é o país da propina generosa, sente que as decisões absurdas tomadas pelo pessoal lá de cima, por uma questão de lógica, não seriam imparciais, ou seja, imunes às tentações do tilintar das moedas de ouro.

Geraldo Siffert Junior – Rio de Janeiro/RJ