Destaques Geral

Decreto altera horário de funcionamento e proíbe shows

30 de abril de 2020

PASSOS- Salões de beleza e barbearias tiveram seus horários de funcionamento alterados pelo decreto nº1.604 publicado nesta terça-feira, 28, pela administração municipal. O documento estabelece, ainda, a proibição de shows e apresentações artísticas e culturais nos bares, restaurantes e lanchonetes.
A nova medida altera os incisos nove e 13 do artigo 33 do decreto nº 1.541 de 20 de março, que estabeleceu as normas de enfrentamento ao coronavírus (covid-19) no município. Com a alteração, os salões de beleza e as barbearias tiveram seus horários de funcionamento estendidos e podem atender das 9h às 21h de segunda-feira a sábado. Antes, esses estabelecimentos eram autorizados a funcionar de 9h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira, e das 9h até as 13h, no sábado. Os demais comércios não essenciais continuam com o mesmo horário .

Já os bares, restaurantes e lanchonetes continuam autorizados a funcionar diariamente até as 20h, com controle de frequência de público, mas shows e apresentações artísticas e culturais estão vetados. Desde a última segunda-feira, 27, foi flexibilizado o funcionamento desses locais, permitindo o funcionamento para o público com algumas medidas de prevenção. Vale ressaltar que, após as 20h, o estabelecimento pode atender através de delivery.

A mudança do horário dos salões de beleza e barbearia foi tomada considerando que esses locais possuem mais agendamentos no período noturno, principalmente no final de semana, como informou a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal. As medidas de prevenção, como atendimento através de agendamento e uso de máscaras também são impostas para esses estabelecimentos. A decisão foi motivo de alegria para alguns, como a Marilene Andrade, designer de sobrancelha e micropigmentadora, que afirmou que o decreto foi bom e que espera recuperar o prejuízo do período em que esteve parada.

“Nós tivemos muito prejuízo, e o sábado é o dia que temos mais movimento, das 9h às 13h não estava dando para fazer nada. Como as pessoas trabalham nos dias de semana, não estava tendo como atendê-las (no sábado). Acredito que agora vamos recuperar aos poucos, não vai ser de uma vez, mas, conforme for passando os dias, vai melhorando”, declarou.

Agora, a proibição dos shows e apresentações artísticas em restaurantes e afins foi tomado considerando que ainda vigora a proibição da realização de shows, eventos artísticos, culturais e esportivos por tempo indeterminado no município. No entanto, a decisão não agradou a todos. A empresária e proprietária de um bar Aline Morais comentou que o funcionamento neste horário e a falta de atração está prejudicando aqueles que trabalham no período noturno.

“Reduzimos em 70% a capacidade de público, minha casa comporta 230 pessoas, reduzimos para 80, e estamos trabalhando com a capacidade de 20 mesas no bar. Então, para liberar e abrir as portas, pagar as contas, funcionários, aluguel, ligar as geladeiras, comprar as coisas, para atender 80 pessoas para mim é inviável tanto é que vou fechar. O pessoal que está em casa quer sair pra rua não só para comer, mas para se divertir, para ter alguma forma de entretenimento. Alguns colegas que trabalham na noite também se recusam a abrir as portas para trabalhar desta maneira, até as 20h, o que é inadmissível, ou abre todo mundo ou fecha tudo”, pontuou.