Destaques Esporte

Decisão sobre sediar partidas do Mineiro será dos municípios

10 de julho de 2020

Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – A Federação Mineira de Futebol precisou dialogar com o governo estadual para conseguir protocolar a volta do Campeonato Mineiro para 26 de julho. Em um primeiro momento, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) havia acendido a luz amarela. Agora, ela não demonstrou nenhum impeditivo para a bola rolar. Pelo contrário. Segundo Carlos Amaral, titular da pasta, caberá a cada município que receberá os jogos dar o aval ou não.

O município que for receber a competição terá, naturalmente, que autorizar essa competição, e o Estado não pretende interferir nisso diretamente”, comentou Amaral.

Os participantes terão problemas no retorno do Campeonato Mineiro. Alguns se desfizeram do elenco durante a pandemia, outros não começaram a treinar e não sabem onde irão mandar os jogos. Até mesmo os grandes da capital – Atlético-MG, América-MG e Cruzeiro – precisarão ainda de um parecer da Prefeitura de Belo Horizonte que, até o momento, sinalizou contrariamente ao retorno do futebol na cidade.

O próprio clube pode sugerir o município vizinho. Ele pode, na verdade, treinar e mandar suas partidas onde quiser, desde que seja um estádio apto. Somente com a inércia do clube que a Federação vai indicar um local. Mas a primeira a opção da Federação é que o próprio clube indique o local mais adequado par a realizar os treinos e mandar as partidas, considerando a distância, deslocamento e os jogos que faltam para ser cumpridos na tabela. Tudo isso são questões administrativas e econômicas que impactam a competição”, disse o presidente da FMF, Adriano Aro.