Destaques Esporte

Cuca descarta favoritismo do Atlético-MG contra o Boca Juniors e cita ponto positivo de cada time

13 de julho de 2021

Cuca, técnico do Atlético-MG. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, a três pontos da liderança. Campeão estadual, dono da melhor campanha na fase de grupos da Libertadores, vivo na Copa do Brasil e um elenco recheado de craques. Já o rival tem muitas baixas. Motivos para considerar o Atlético-MG favorito contra o Boca Juniors não faltam. Mas, o técnico Cuca não acredita nisso.

Depois da vitória contra o América na noite deste sábado, por 1×0, no Independência, Cuca já virou a chave e projeta uma partida difícil contra os ‘hermanos’, terça-feira, pelas oitavas de final da Libertadores. Apesar da boa fase, o comandante mostrou respeito ao adversário, que é hexacampeão do torneio e dono de uma das camisas mais respeitadas do futebol mundial.

Jogar contra o Boca é sempre difícil. Tem que dividir. São duas grandes equipes. Eles têm ponto positivo que estão super descansados, e por outro lado, que temos de positivo, é estar com ritmo de jogo, ainda que não esteja totalmente descansado. Deixamos alguns jogadores fora para recuperá-los fisicamente e deixa-los em condição de jogo para terça-feira”, disse Cuca.

Com chances de não contar com Nacho Fernández e Dodô, que desfalcaram o time nas últimas rodadas por causa de lesões, o treinador precisou tirar Zaracho no segundo tempo da partida contra o América. O meia argentino saiu com expressão de dor e assustou os torcedores. Porém, de acordo com Cuca, não se trata de uma situação preocupante.

Ele estava com uma dor em cima no quadril. Essa dor é muito subjetiva, é particular. Não sou eu, nem o médico que sabemos se ele tem condição ou não. Ouvimos muito o jogador. Ele foi até onde aguentou. Não é uma dor muscular, uma dor localizada. Naturalmente, ele vai jogar”, afirmou.

A delegação alvinegra viajou para a capital argentina na tarde de domingo, 11, dois dias antes do confronto. Hoje, 13, às 19h15 (horário de Brasília), o Galo enfrenta o Boca Juniors, na Bombonera. A partida de volta está marcada para o dia 20/07, no Mineirão.