Destaques Esporte

Cruzeiro se reapresenta na Toca de olho em duelo contra Caldense

3 de março de 2021

Com Paulo e titulares em campo, a tendência é de que Ramon retorne à defesa para atuar ao lado de Manoel. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Nesta quarta-feira, 3, Cruzeiro enfrenta Caldense, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão, pela segunda rodada do Mineiro. Depois do empate por 1 a 1 com o Uberlândia e da folga nesse domingo, o elenco do Cruzeiro se apresentou na Toca da Raposa, na tarde desta segunda-feira. E nada de trabalho regenerativo. Mesmo os titulares do duelo de sábado estiveram em campo e treinaram com bola.

O zagueiro Paulo, que estava cotado para ser titular no sábado, mas que ficou fora por conta de dores musculares sentidas ao longo da semana passada, trabalhou normalmente com o elenco de Felipe Conceição. A tendência, no entanto, é de que Ramon retome a titularidade nesta quarta, uma semana após se recuperar da Covid-19.

Além de Henrique e Léo, que se recuperam de lesões no joelho, Orejuela e Marco Antônio foram ausência no treino desta segunda-feira. Os dois seguem em transição para a preparação física. O lateral, visto como um dos principais ativos do clube no mercado neste momento, tem altos vencimentos e o destino ainda está indefinido. Marco Antônio, por sua vez, faz trabalho de fortalecimento muscular desde setembro do ano passado.

A tendência é de que Ramon seja a única mudança em relação ao time que começou jogando no sábado. Além de ser o titular natural neste início de temporada, o garoto Weverton está com a seleção brasileira sub-18. O provável time tem Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Alan Ruschel; Matheus Neris, Matheus Barbosa e Marcinho; Felipe Augusto, William Pottker e Rafael Sobis.

O último treino para a partida contra a Caldense será na tarde desta terça-feira. O Cruzeiro volta a ser mandante no Mineirão após quase três meses, quando goleou o Brasil de Pelotas na Série B. As últimas cinco partidas em Belo Horizonte na competição, foram mandadas no Independência, em função de contenção de gastos.