Destaques Esporte

Cruzeiro contrata Guilherme Mendes

2 de julho de 2020

Atacante Guilherme já passou pelos exames e assinou contrato. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – O Cruzeiro acertou ontem, 1º, a contratação por empréstimo do atacante Guilherme Mendes, revelado nas divisões de base do Ituano e um dos protagonistas da Série D do Campeonato Brasileiro de 2019.

O atleta, de 19 anos, assinou contrato com a Raposa até dezembro de 2021 e estará disponível para o time profissional e também para a equipe Sub-20, do técnico Rogério Micale. Gui Mendes, como é conhecido, chegou ao Ituano em 2015, para o time sub-15. Foi destaque em todas as categorias de base até se profissionalizar em 2018. No ano passado, marcou oito gols em 11 jogos na Série D do Campeonato Brasileiro.

Na fase de grupos, o atacante marcou sete vezes em seis jogos. Destaque para os dois hat-tricks contra o Serra, do Espírito Santo – vitórias por 4 a 0, em casa, e 5 a 1, fora. No mata-mata, balançou a rede no triunfo em cima do Vitória-ES, por 2 a 1, pelo jogo de volta das oitavas de final.
Às vésperas do duelo contra o Brusque-SC, na semifinal, o centroavante sofreu uma torção no joelho durante um treino e precisou parar por um mês. Coincidentemente, sua equipe acabou eliminada pelos catarinenses, porém garantiu a subida à Série C do Brasileiro.

Em 2020, Guilherme começou o Campeonato Paulista como titular, mas passou em branco nas derrotas para Palmeiras, 4 a 0, e Oeste, 1 a 0. Depois disso, disputou mais três jogos, todos na condição de suplente, e não fez gol. A competição foi paralisada na 10ª rodada, em 16 de março, devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil. O Ituano é lanterna do Grupo C, com dez pontos.

No Cruzeiro, Guilherme terá forte concorrência na posição. Com status de ídolo da torcida, o boliviano Marcelo Moreno quer recuperar a condição de maior artilheiro estrangeiro do clube – é o segundo, com 45 gols, cinco a menos que o uruguaio Arrascaeta.

Já o jovem Thiago, de 19 anos, mostrou potencial em seu início como profissional ao fazer dois gols em cinco jogos. Por fim, o também prata da casa Vinícius Popó, de 19, não conseguiu repetir no time principal o sucesso alcançado na base, quando anotou 135 tentos em 188 partidas – contando as categorias pré infantil, infantil, juvenil e júnior.