Destaques Economia

Correios alerta

3 de julho de 2020

Com o aumento do volume de compras feitas pela internet em razão do isolamento social, os Correios alertam os consumidores sobre os cuidados com mensagens eletrônicas informando sobre o transporte e a entrega dos produtos. É que estes conteúdos que circulam na internet por meio de sites, e-mails, mensagens instantâneas, redes sociais e SMS podem ocultar intenções criminosas para realização de fraudes.

O que você vai ver neste artigo:

  • Phishing
  • Alvo
  • Como não cair
  • Perfis falsos

Phishing

Conforme os Correios, geralmente, os criminosos cibernéticos se passam por empresas respeitáveis e sites confiáveis para atrair pessoas, utilizando uma técnica denominada phishing, que consiste em jogar iscas para pescar informações e dados dos usuários. Esse tipo de golpe pode resultar em inúmeros transtornos e prejuízos financeiros para as vítimas.

Alvo

Enquanto prestadora de serviços de interesse coletivo, assim como instituições bancárias, por exemplo, os Correios também são alvo de frequentes ações de grupos ou pessoas mal intencionados que cometem esse tipo de crime. Por isso, a empresa reitera que não envia mensagens eletrônicas sem prévia autorização do cliente e não dá permissão para que terceiros o façam em seu nome.

Como não cair

Para evitar cair neste golpe, os Correios orientam os clientes a não abrirem os arquivos ou clicarem nos links enviados e, imediatamente, excluírem as mensagens recebidas. As mensagens eletrônicas falsas disparadas em nome dos Correios podem citar, além do nome da empresa, termos como Imprensa Correios, Sedex Brasil, Financeiro Correios e Correios Brasil, e tentam atrair as vítimas dizendo que trazem informações sobre a entrega da encomenda. Na realidade, tratam-se de spam, com links contendo vírus ou agentes maliciosos.

Perfis falsos

Além de e-mails e SMS, nas redes sociais existem diversos perfis falsos que se apresentam, normalmente, como “Suporte Correios”, oferecendo uma suposta ajuda em troca de informações dos clientes, para utilização indevida. Diante destas práticas, os Correios reiteram que disponibilizam diferentes canais oficiais de relacionamento com usuários e clientes.

As informações sobre como acessar e utilizar esses canais estão amplamente divulgadas em suas plataformas eletrônicas de comunicação e nas agências. A interação da empresa com os clientes, segundo os Correios, segue rígidos procedimentos de segurança e confiabilidade.