Destaques Geral

Contador orienta como destinar doações do IR ao FIA em Piumhi

Por Laura Oliveira Hostalácio / Folha da Manhã com Onda Oeste FM

13 de março de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PIUMHI – O prazo para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IR) vai até dia 30 de abril. Segundo o contador Juciê Naponucena, parte do dinheiro a ser pago pode ser doado diretamente para o Fundo da Infância e Adolescência de Piumhi (FIA) e, de forma mais fácil, ajudar a angariar fundos para as entidades de apoio a crianças e adolescentes no município.

É preferível repassar esse valor diretamente para uma instituição séria, que eu conheço, do que esperar chegar na Receita Federal para então haver essa distribuição”, afirma.

De acordo com Naponucena, qualquer pessoa que deve pagar imposto de renda pode fazer a destinação para entidades assistenciais.

Em vez de encaminhar diretamente para a Receita Federal e ela definir para quem vai, para onde vai, quando vai chegar, você já pode direcionar parte desse valor, que seria em torno de 3% neste ano, para várias associações e instituições que precisam dessa ajuda. Automaticamente, você já consegue fazer isso de uma forma bem simples e bem direta”, disse o profissional.

Ao direcionar a doação, o contribuinte não terá edução no valor do imposto, apenas parte do valor que seria enviado para a Receita será encaminhada para o FIA, no caso de Piumhi. “O benefício que eu vejo é você poder ajudar o seu município e as instituições da sua cidade de uma maneira direta”, afirma o contador.

No site https://www.dezembroroxo.com.br/doacoes-piumhi-mg é possível simular o valor que pode ser destinado ao fundo, que deve ser pago na primeira parcela, ou em cota única do imposto. O vencimento dessa primeira parcela é, normalmente, no dia 30 de abril.

Uma das entidades que utilizam o FIA é o Lar São Francisco de Assis, de Piumhi. A coordenadora do local, Lílian Lima, explicou que o fundo recebe aportes financeiros para assistir projetos sociais e que as verbas são investidas em educação, proteção e reabilitação social de crianças e adolescentes.

Às vezes as pessoas acham que é meio complicado, mas não é. É só ir no contador e pedir a ele. O dinheiro vai ser voltado para todas as instituições da nossa cidade em benefício ao desenvolvimento das crianças e adolescentes”, disse Lílian.