Destaques Geral

Como distrair as crianças em casa e explicar sobre a covid-19

8 de abril de 2020

Durante esse período de pandemia, a rotina de todo mundo ficou diferente e as famílias estão experimentando ficar mais tempo em casa. Mas para quem tem criança, outro desafio também entra em cena: como explicar aos pequenos o que está acontecendo e, principalmente, como distrair essa turminha nesse contexto?

É um período que exige cuidados, prevenção e muita paciência. Para ajudar nessa missão, vamos sugerir algumas atividades para distrair as crianças quando elas estiverem em casa. Mas antes vale destacar um tópico:

 

Como explicar a doença?

Não dá para esconder a situação das crianças, mas também não precisa provocar pânico. O melhor caminho para explicar a doença é com objetividade e uma pitada de brincadeira. As crianças aprendem melhor brincando, então nada melhor que usar a criatividade para fazê-las entender o que está acontecendo.

“Por que não posso beijar o vovô?”- É muito importante que os pais estejam bem informados, a partir de fontes seguras, atentando para não replicar informações falsas veiculadas nas mídias, para que não seja passada para as crianças nenhuma informação errada ou exagerada. Nessas horas, o importante é não transmitir medo e nem insegurança.

Os canais do Ministério da Saúde são as melhores e mais seguras fontes nesse período de crise, provocado pela pandemia de Coronavírus. É possível conferir dados atualizados sobre a doença no Brasil e no mundo acessando o site (www.saude.gov.br/coronavirus), ligando para o Disque Saúde (136), acompanhando pelo aplicativo Coronavírus-SUS (www.gov.br/pt-br/apps/coronavirus-sus) ou ainda pelas redes sociais oficiais, onde diariamente são publicadas as coletivas de imprensa realizadas pelo Ministério da Saúde.

1 – Mãos à obra!

Agora, com mais tempo em casa, é possível reforçar a rotina de alimentação adequada e saudável. É um momento propício para fazer as refeições em família e principalmente cozinhar.

A participação de todos no preparo das refeições também é importante nesse processo. Então, nada melhor que convocar os pequenos para a cozinha! Assim, eles podem desenvolver habilidades, despertar o interesse pelos alimentos e ampliar o paladar. Que tal fazer desse período um pontapé inicial na mudança de comportamentos da família toda?

2 – Brincar, jogar, dançar

Brincar, jogar, dançar e se divertir fazem bem para a saúde e entretêm as crianças. Mais do que nunca, é hora de tirar o foco dos eletrônicos e colocar o corpo em movimento. Tente resgatar as brincadeiras antigas, deixando um pouco de lado a tecnologia e explore a capacidade criativa e imaginária das crianças.

Para quem dispõe de espaço em casa, dá para pular corda, brincar de amarelinha e até mesmo fazer jogos com bola. Mas quando esse não for o caso, opte por brincadeiras que não exijam um ambiente amplo, como as de roda, mímicas e esconde-esconde.

Já para dançar, você só precisa de duas coisas: uma boa música e muita animação. Que tal elaborar um concurso de dança na sala de casa? O importante é usar a imaginação.

Aposte nelas! Danças urbanas trazem muitos benefícios para as crianças.

3 – Yoga para os pequenos
Além de ser uma atividade física que cabe em pequenos espaços, a prática do yoga com os pequenos relaxa, diverte e também pode ajudar a trabalhar o corpo físico dos pais. Envolvendo histórias, músicas, brincadeiras e posturas, a atividade física constrói consciência corporal nas crianças e ajuda a diminuir a ansiedade.