Destaques Geral

Com pandemia, impostos estaduais somam queda de R$19,7 milhões na região

13 de outubro de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Entre abril e agosto deste ano, os municípios da região tiveram queda de 15,80% nos repasses dos principais tributos de competência estadual – a comparação é com o mesmo período de 2019. A lista inclui o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA). Durante o período, foram arrecadados R$19,7 milhões a menos do que no passado, quando o total chegou a R$124,7 milhões. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência de Minas Gerais.

Em Passos, houve redução de 16,09%, o que significa R$3,7 milhões a menos para o cofre público. Ao todo, o município recebeu R$23,5 milhões de abril a agosto de 2019, ao passo que, no mesmo período de 2020, os repasses chegaram a R$19,8 milhões. A principal diminuição, em números percentuais, foi em relação ao IPI (-24,78%). Neste caso, o total passou de R$220,3 mil para R$165,7 mil. Já o IPVA apresentou queda de 19,48%, resultando em R$436,8 mil a menos. Em relação ao ICMS, o valor caiu de R$19 milhões para R$16,1 milhões (-15,21%).

Também de abril a agosto, São Sebastião do Paraíso arrecadou R$13,3 milhões em impostos estaduais. O valor representa uma queda de 14% na comparação com 2019, quando foram recebidos R$15,5 milhões. No município, o ICMS apresentou decréscimo de 15,48%, ou seja, uma diferença negativa de R$1,9 milhão. O IPI teve diminuição de 25%, saindo de R$149,7 mil para R$112,2 mil, e o IPVA registrou queda de 5,5%, o que significa R$136,6 mil a menos. Por fim, Piumhi recebeu R$8,5 milhões do estado. Em relação a 2019, o saldo negativo foi de R$2,1 milhões De abril a agosto deste ano, a arrecadação do IPI no município chegou a R$77,5 mil (-29,79%), a do IPVA atingiu R$898,7 mil (-9,59%) e a do ICMS, R$7,5 milhões (-20,74%).