Destaques Dia a Dia

Com Harmonia e Alegria

Por Sebastião Wenceslau Borges

12 de agosto de 2020

De amanhã, dia 13, até 19 de agosto, a Igreja Católica no Brasil celebra a Semana Nacional da Família, que teve sua origem em 1992 como resposta à necessidade de defesa e promoção da Família, cujos valores, já naquela época eram agredidos sistematicamente na sociedade. Vale lembrar a importância das nossas, que vem se entrelaçando através das gerações. “A família é onde nossa história começa”.

É preciso destacar que com o correr do tempo e o avanço das épocas, a concepção de Família está mudando, e, infelizmente percebemos um empobrecimento nos laços afetivos e nos relacionamentos dentro de um grupo familiar. Essas modificações cada vez mais velozes proporcionam mudanças em nosso estilo de vida no viver em Família, às vezes de forma positiva ou negativa.

Uma Família estruturada é onde podemos depositar toda nossa confiança, é nela que temos um lugar de apoio nas horas difíceis, é ela que nos mostra o que é certo, indica os melhores caminhos, nos proporciona um amor verdadeiro, e nos dá um espaço para rir, chorar e sonhar. “A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias das famílias.”

Também de nada adianta uma Família ter todo conforto dentro de casa, boa alimentação, roupas elegantes, brinquedos caros se falta diálogo, se todo mundo se agride e se magoa. “Ter um lugar pra ir é lar, ter alguém para amar é família, ter os dois é benção”. Luis Fernando Veríssimo em um de seus livros define o que é Família: “a Família não nasce pronta; constrói-se aos poucos e é o melhor laboratório do amor.

Em casa, entre Pais e Filhos, pode-se aprender a amar, ter respeito, fé, solidariedade, companheirismo e outros sentimentos”. A Família é a primeira escola para o crescimento equilibrado da criança, do adolescente e do jovem, onde os Filhos aprendem que os Pais são os primeiros mestres, e através de seus exemplos aprendem os valores, os princípios de vida, as virtudes humanas e cristãs.

O que é Família para o Papa Francisco: “Família é um centro de amor, onde reina a lei do respeito e da comunhão. No seio da Família, ninguém é descartado: tanto o idoso como a criança são bem vindos, por isso, a Família constitui uma riqueza social, e a solidariedade tem nela o seu berço. É importante incentivar as famílias a cultivar relações sadias entre seus membros, como dizer uns aos outros: perdão, obrigado, por favor.”

Há tantas coisas simples na vida, hoje esquecidas pela pressa de nossa rotina, como um abraço na chegada, um beijo na despedida, um sorriso, um olhar alegre, o companheirismo, um diálogo amigo, ser solidário. Até mesmo um momento simples como um papo em volta da mesa, compartilhar um gostoso café, ou um jantar em paz são conquistas e riquezas de uma Família! Sabemos que o tempo traz mudanças, mas esses costumes de antigamente sempre carregamos como boas lembranças.

“A maior riqueza da vida se chama Família”. Cada Família tem seu ritmo, seu jeito de vivenciar as coisas da vida, mas para ter a beleza de uma Família não precisa estar dentro de uma mansão, ou ter muito dinheiro, o valor está no caminhar de mãos dadas, no brilho de um olhar com amor, nas palavras que consolam, na paz, na dedicação e compreensão, estar juntos e compartilhar momentos de sonhos e conquistas.

Enfim, a alegria mais profunda e a realização mais completa se encontram no ambiente de intimidade familiar, quando todos caminham lado a lado, de mãos dadas, trilhando a mesma estrada no dia a dia com harmonia e alegria.
As Famílias poderiam ser eternas! É o tempo passando e a gente “Memoriando”!