Destaques Geral

Cinemas completam seis meses com as sessões suspensas

Por Gabriella Alux/ Especial

28 de setembro de 2020

Cinema terá a capacidade de público reduzida em 50%. / Foto: Divulgação

PASSOS – As regiões Oeste e Centro-Sul do estado atingiram a Onda Verde do Minas Consciente na última semana e podem reabrir segmentos considerados de alto risco sanitário, como os cinemas. No entanto, o Sudoeste mineiro permanece na Onda Amarela e não tem permissão para o funcionamento das salas de projeção. Com isso, o Cine Roxy, de Passos, e o Cine A, de São Sebastião do Paraíso, completam seis meses com as sessões suspensas.

O diretor do Cine Roxy, Átila Figueiredo Piassi, diz que não tem data definida para a reabertura do local.

No dia 15, fez seis meses que suspendi as sessões, não é fácil, a saúde financeira da empresa está muito difícil, uma coisa que nunca vivemos antes. É preciso ter muita cautela e saber a hora certa de voltar”, disse.

Ele afirma que, para a reabertura, o elevado custo operacional do cinema deve ser levado em consideração.

É preciso ter uma lotação mínima muito alta para o negócio se manter viável. Então, tendo a limitação de 30%, 40% ou 50% do público, é muito difícil conseguir manter o cinema. O estabelecimento, em condições normais e com bons lançamentos, já difícil de ‘tocar’ o ano inteiro, pois não é sempre que temos o público de um grande filme, então o gráfico de rentabilidade oscila muito e não funciona por linha média”, comentou Piassi.

Devido ao momento atual, Átila decide esperar, mas se vê ansioso para voltar às atividades.

Nós estamos vencendo essa pandemia agora, acho que logo as coisas se normalizam. O que achávamos que duraria 30 dias, já durou seis meses. Quem esperou tudo isso, espera sete e oito meses também para que possamos abrir com mais segurança”, ponderou.

Por fim, o diretor comenta que a expectativa da população é que o cinema volte a funcionar:

A saudade de assistir a um bom filme e saborear uma boa pipoca é muito perceptível nas pessoas da nossa cidade. Se Deus quiser, em breve estaremos de volta” .

Segundo informações da prefeitura de São Sebastião do Paraíso, o Cine A fechou no fim de março e também não tem previsão de volta, em razão de a cidade estar classificada na Onda Amarela do Minas Consciente.