Destaques Geral

Cidades da região arrecadaram mais de R$ 94,5 mi em impostos neste ano

Talita Souza

19 de Maio de 2022

Passos, São Sebastião do Paraíso e Piumhi foram os municípios com maior arrecadação

PASSOS – Entre 1 de janeiro e 17 de maio, os municípios do sudoeste mineiro já arrecadaram mais de R$ 94.597.103,35 em impostos federais. De acordo com dados do Impostômetro, da Associação Comercial de São Paulo. Até o momento, Passos arrecadou R$ 23.119.097,37, sendo o município com maior arrecadação de impostos federais da região.

Após Passos, vem São Sebastião do Paraíso, que arrecadou R$ 22.827.963,31, seguido por Piumhi (R$ 7.428.393,13), Capitólio (R$ 5.451.557,84), Ibiraci (R$ R$ 4.032.964,78), Cássia (R$ 3.280.970,79), Alpinópolis (R$ R$ 2.929.965,15), Monte Santo de Minas (R$ 2.743.478,50), Itaú de Minas (R$ 2.368.783,67) e Carmo do Rio Claro (R$ 2.215.102,42).

Em contrapartida, Vargem Bonita (R$ 538.702,96), Claraval (R$ 596.126,04), Capetinga (R$ 817.414,12), Jacuí (R$ 898.129,66), Doresópolis (R$ 898.378,68), Fortaleza de Minas (R$ 930.315,86) e São João Batista do Glória (R$ 951.176,71) foram os únicos municípios da região a arrecadarem menos de R$ 1 milhão durante o período pesquisado.

 

Minas Gerais

Em Minas Gerais, até 17 de maio, foram arrecadados R$ 81,7 bilhões. O valor representa cerca de 7,05% do total de impostos recebidos em todo o país. Enquanto no Brasil, durante o mesmo período, foram arrecadados R$ 1,1 trilhão.

 

Principais Impostos

Segundo cálculos realizados pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, neste ano, quem comprou presentes no Dia das Mães pagou, pelo menos, 36% em impostos no valor final do produto.
Contudo, de acordo com o Impostômetro, a maior arrecadação de tributos do país é com a Previdência Social, que já soma mais de R$ 200 bi em 2022. A Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) vem logo em seguida, com mais de R$ 110 bi.
Já em relação aos municípios, a maior arrecadação vem de Imposto Sobre Serviços (ISS), que, até o momento, já foi arrecadado mais de ISS R$ 30,4 bi. Em segundo lugar, vem o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), com mais de R$ 21,6 bi arrecadados.