Destaques Política

Chapa de candidatos a vereador pelo PSDB em Itaú de Minas é impugnada

19 de outubro de 2020

Apenas a Justiça Eleitoral pode organizar o transporte de eleitores na zona rural. / Foto: Divulgação (Agência Brasil)

ITAÚ DE MINAS – Os nove candidatos a vereador pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em Itaú de Minas tiveram sua candidaturas impugnadas nesta sexta-feira, 16. Rosângela Miranda de Lima, a Dandi, uma das postulantes, conta que a impugnação ocorreu devido a uma negligência do partido em relação à data de filiação, e que o advogado do PSDB entrou com recursos, mas eles não tiveram respostas favoráveis.

O advogado entrou com recurso, nós perdemos, depois ele recorreu em Belo Horizonte e nós também perdemos. Teria o prazo da terceira instância, que é em Brasília, mas como estamos muito próximos da eleição e a negligência foi muito grande, nós do partido, juntamente com o advogado, em respeito à nossa comunidade, achamos melhor não dar continuidade”, explicou Dandi.

Leandro Alves Lorena, um dos candidatos impugnados, conta que alguns dos postulantes ficaram bastante arrasados com a situação, pois já estavam se preparando havia anos para a disputa, mas que todos estão cientes da decisão tomada.

Estamos conscientes, alguns ficaram bem arrasados porque já vinham planejando isso desde a eleição passada, diferentemente do meu caso, pois eu almejei isso do ano passado pra cá, após um convite que me fizeram e eu aceitei, mas estou tranquilo e estou bem”, disse.

Ele afirma que tem vontade de se candidatar futuramente pelo PSDB, mas que tudo depende do que acontecerá no futuro:

Penso que se tivesse vencido, eu esqueceria que faço parte de um partido, e serviria apenas ao povo. A vontade que eu tenho de ajudar a cidade é muita, mas muitas coisas podem acontecer. Não posso garantir 100%, mas vontade tenho de me candidatar novamente daqui a quatro anos

Além de Lorena e Dandi, Carlos Eduardo dos Santos, Cledson Aparecido Rodrigues, Jane Nunes Paim Filho, Maria Aparecida Barbosa Girão, Neuber Amorim da Costa, Rafael Barbosa de Oliveira e Reginaldo Rodrigo Cintra foram os outros nomes que tiveram a candidatura impugnada.