Cidadania Destaques

Centro de reciclagem da Uemg tem queda de 75% na coleta de material

12 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação (Época)

PASSOS – O Centro de Reuso e Reciclagem de Tecnologia da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) Unidade Passos registrou queda de 75% no descarte de peças e componentes eletrônicos durante a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o técnico administrativo Samuel Lemos Godinho, responsável pelo Centro, antes da pandemia, eram recebidos uma média de quatro descartes por semana e, desde o segundo semestre de 2020, esse número caiu para quatro descartes por mês.

Ainda de acordo com Godinho, o Centro esteve fechado por quase cinco meses devido a pandemia e, nesse período, algumas pessoas fizeram entregas de eletrônicos para descartes na portaria do Bloco Cire da Uemg. Desde que o Centro voltou às atividades, o número de descartes continua baixo comparado ao período antes da pandemia.

Acredito que as pessoas tenham não se disposto a vir aqui ou presumido que estaria fechado. As pessoas e instituições podem trazer para cá qualquer material eletrônico e a gente vê o que pode ser aproveitado na faculdade nas aulas de Sistemas da Informação e, o que não pode ser reaproveitado, mandamos para descarte em uma empresa de São Paulo”.

O Centro de Reuso e Reciclagem de Tecnologia da Uemg Passos está funcionando normalmente de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas no Cire. Aqueles que precisarem fazer o descarte de materiais eletrônicos, podem levar o material até a portaria do bloco e pedir que comunique o Centro.

Qualquer eletrônico periférico e coisas relacionadas podem trazer para que a gente faça o reaproveitamento ou, em alguns casos, o descarte correto. Computador é o que mais conseguimos aproveitar. Outros materiais eletrônicos, como TVs antigas, são extremamente poluentes, então a gente pede para que a população faça o descarte aqui para descartarmos corretamente”, disse Godinho.

O responsável pelo Centro explica que por serem materiais extremamente poluentes, é importante realizar o descarte correto de eletrônicos para evitar o impacto ambiental.

Gostaria de pedir para as pessoas colaborarem e não jogarem lixo eletrônico nas ruas e nem no lixo comum, porque esse material é extremamente poluente na natureza. Por isso, é importante fazer o descarte correto. E aqueles que tiverem tiver empresas e produzem esse tipo de material, pensem no descarte e pense nos usuários, para que tenham uma opção de descarte correto”, pontuou o técnico administrativo.