Destaques Geral

Cemig responde denúncia de parlamentares de Cássia

14 de Maio de 2021

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

PASSOS – A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em resposta à denúncia que os parlamentares de Cássia encaminharam sobre cortes ilegais na rede de fornecimento, informa que vai garantir temporariamente o fornecimento de energia para as unidades consumidoras dos clientes inadimplentes. Nesta quarta-feira, 12, a Folha reportou que os parlamentares de Cássia protocolaram um ofício encaminhado ao departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), denunciando a Companhia.

De acordo com os vereadores, a suspensão dos serviços tem ocorrido de maneira muito rápida, o que prejudica muitas famílias que enfrentam dificuldades financeiras devido à pandemia do novo coronavírus. Para mais, os políticos ainda orientaram que casos semelhantes devem ser denunciados, para que o Ministério Público adote as medidas necessárias.

Em nota, a Companhia comunica que a garantia de energia será para os classificados na subclasse “Residencial Baixa Renda”, cadastrados com a “Tarifa Social de Energia Elétrica”, localizados em todos os municípios de sua área de concessão. Desta forma, estão suspensos até o dia 30 de junho – conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) – os cortes de energia elétrica apenas para clientes cadastrados como Tarifa Social. São mais de 900 mil clientes beneficiados com a ação.

A Cemig informa também que, para os outros clientes, estão mantidas as condições normais de corte no fornecimento de energia, em caso de inadimplência. Dessa forma, após 15 dias do vencimento da fatura de energia, caso o documento não seja quitado, o cliente estará sujeito à suspensão do fornecimento de energia a qualquer momento.

A empresa informa ainda que conforme estabelece Resolução Normativa Aneel nº 414/2010, o cliente que possui débitos junto à companhia é comunicado com antecedência sobre as pendências existentes por meio de aviso constante na própria fatura seguinte à ocorrência (vencimento da conta), no campo “Reaviso de Débitos”.

A notificação realizada campo “Reaviso de Débitos” das faturas é apresentada com no mínimo 15 dias de antecedência da suspensão do fornecimento. Após esse prazo, a suspensão pode ocorrer a qualquer momento.
A Cemig ressalta que, além de informar na fatura, faz alerta dos débitos existente por e-mail e/ou mensagem SMS para os clientes que têm e-mail e/ou telefone cadastrado e atualizado na Cemig.

Para manter seu cadastro atualizado o cliente deve entrar em contato com a Cemig por meio dos canais de atendimento, inclusive o WhatsApp. Nesse caso, basta adicionar o telefone 31 3506-1160 e enviar um “oi”, e selecionar a opção “Atualizar meus contatos”. Após a negociação ou pagamento dos débitos, o prazo para religação da energia é de até 48 horas a partir da solicitação.